close
logorovivo2

FALSIDADE: Mulher afirma ter sido estuprada e acaba presa ao confessar ter inventado crime

Ela, na verdade, havia sido contratada para um programa e, depois de paga, queria receber mais

O LIVRE

14 de Dezembro de 2018 às 14:39

FALSIDADE: Mulher afirma ter sido estuprada e acaba presa ao confessar ter inventado crime

FOTO: (Divulgação)

Uma mulher de 30 anos foi presa na noite dessa quinta-feira (13) por inventar que havia sido vítima de um crime. Ela acionou a Polícia Militar dentro de um ônibus, afirmando ter sido vítima de abuso sexual. O motorista do coletivo parou o veículo para aguardar a chegada da equipe policial.

 

Quando os policiais chegaram ao endereço indicado na denúncia, na Avenida Tenente Coronel Duarte, centro de Cuiabá, encontraram a mulher e um homem em um ponto de ônibus.

 

A princípio, conforme o boletim de ocorrência, a mulher disse que o homem, de 32 anos, havia mantido relação sexual com ela sem consentimento. Porém, pouco depois, ela mudou a versão, dizendo ter feito um programa com ele e não ter recebido pelo serviço.

 

O homem, por sua vez, relatou que realmente contratou o programa, mas que pagou R$ 10, conforme o combinado e, depois, os dois teriam pegado um ônibus para ir embora. Segundo o relato dele aos policiais, o problema teve início porque a mulher, agora, queria mais dinheiro.

 

Os dois foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Cuiabá, onde o caso foi registrado como “comunicação falsa de crime ou contravenção”.

 

A mulher, por fim, foi registrada como suspeita e o homem, que antes estava sendo acusado de abuso sexual, como vítima.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS