close
logorovivo2

"QUATRO NÃO DÁ": Grávida de quadrigêmeos, mulher diz: “Quero abortar só os meninos”

“Estou considerando isso por causa dos gastos para se criar quatro crianças. Nós conseguimos bancar dois filhos, mas quatro não dá”, disse

METRÓPOLES

17 de Abril de 2019 às 11:00

"QUATRO NÃO DÁ": Grávida de quadrigêmeos, mulher diz: “Quero abortar só os meninos”

FOTO: (Divulgação)

O desabafo de uma mulher grávida de quadrigêmeos na rede social Reddit tem causado uma intensa discussão por conta do desejo que ela expôs em abortar. Porém, ela não quer deixar de ter todas as crianças.

 

Esperando duas meninas e dois meninos, a grávida, que não se identificou, afirma que quer criar apenas as garotas. Ela e o marido tentaram engravidar por anos, conseguindo o feito apenas por meio de uma fertilização in vitro.

 

 

Durante o tratamento, ela foi fertilizada com três embriões. Um deles se dividiu em dois, dando origem a duas gêmeas idênticas, mais dois irmãos fraternos. Ao saber que estava esperando quatro bebês, ela foi até a rede social, na qual publicou sua história.

 

Leia o relato completo: 

 

“Eu tenho 27 anos e meu marido tem 30. Nós tentamos engravidar por alguns anos e não conseguimos. Nós acabamos precisando realizar uma fertilização in vitro e com o tratamento finalmente conseguimos engravidar!

 

Nós ficamos muito felizes com a notícia da gravidez. Não víamos a hora de chegarmos a 12 semanas de gestação para contar para as pessoas e começarmos a preparar o quarto.

 

Contudo, no exame de ultrassom descobrimos que estávamos esperando QUATRO filhos. Isto é loucura. Eu estou cortando boa parte da história porque é muito difícil para mim falar sobre isso. No momento, eu e meu marido estamos em choque, mas felizes por termos filhos saudáveis.

 

Ocorre que eu sou uma mulher pequena. E os médicos sugeriram que eu considerasse abortar dois dos bebês pelo bem do meu corpo. Eu estou considerando isso por causa dos gastos para se criar quatro crianças. Nós conseguimos bancar dois filhos, mas quatro não dá.

 

Eu e meu marido estamos perturbados por essa ser nossa realidade. Pelo último exame de ultrassom, nós sabemos que temos duas meninas que são gêmeas idênticas e dois meninos que não são gêmeos idênticos. Se nós seguirmos com o aborto seletivo, o que nós provavelmente vamos fazer, eu já falei para meu marido que quero manter as duas meninas porque sempre quis ter meninas.

 

Meu marido está me apoiando, mas assim que contei para minha mãe e minha irmã, elas disseram que estávamos sendo egoístas e que queríamos filhos feitos sob encomenda, etc…

 

Eu não queria estar nesta situação, parte meu coração. Esta é a coisa mais difícil que já fiz na vida.  Eu estou sendo uma babaca por querer selecionar qual sexo eu vou abortar?”

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS