close

DESABAFO: Ex-BBB rondoniense diz que sofreu abuso sexual aos 6 anos; veja vídeo

“Com a ajuda da sexologia, psicologia e terapia eu consegui passar por isso"

METRÓPOLES

14 de Outubro de 2019 às 11:45

DESABAFO: Ex-BBB rondoniense diz que sofreu abuso sexual aos 6 anos; veja vídeo

FOTO: (Divulgação)

O ex-bbb Mahmoud Baydoun, que participantou do Big Brother Brasil 18, fez um desabafo na noite dessa quinta-feira (10/10/2019). Por meio do Instagram, ele relatou que sofreu abuso sexual ainda quando era criança. Atualmente com 29 anos, o ex-BBB, durante o vídeo, falou sobre o trauma que sofreu e o que fez para superar.

 

“Quando eu tinha 6 anos, fui vítima de pedofilia. Fui abusado sexualmente por um porteiro do meu prédio. Morava em um prédio com muitos andares, e eu tinha o sonho de subir todos eles de escada. A babá falava para eu não ir com ele [o porteiro] mas eu insisti e fui. A gente subiu e na descida ele parou entre o 23º e 24º andar. Aconteceu o que aconteceu e ele disse para eu não falar para ninguém”, contou Mahmoud.

 

Em seguida, o ex-BBB relatou como conseguiu contar para a mãe o que tinha acontecido. “Eu cheguei na minha babá e falei o que aconteceu. Aí ela disse que não ia contar para minha mãe e que eu deveria falar. Quando minha mãe chegou lá eu fiquei chorando muito e pedia para ela me perdoar e falei tudo o que aconteceu. Ela me abraçou, disse que tudo ia dar certo e para eu não me preocupar”, falou.

 

Durante o vídeo, Mahmoud relatou sobre o apoio que recebeu dos moradores: “No outro dia, quando eu voltei da escola, o prédio estava cheio de polícia. Tinha vários policiais no prédio, e os vizinhos todos reunidos. Eu me senti muito protegido. A única coisa que aconteceu é que meu pai fez pouco caso. Ele meio que ignorou todo o assunto”.

 

Sobre a reviravolta, o ex-BBB explica como conseguiu superar o trauma. “Com a ajuda da sexologia, psicologia e terapia eu consegui passar por isso. Acredito que o que mais me ajudou foi eu ter falado sobre. Várias crianças passam por isso mas não falam. Então se você está vendo esse vídeo, fale, não fique calado”, explicou.

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS