Cooperação Brasil e Argentina: conheça o GAÚCHO (Veículo Aerotransportável) - Rondoniaovivo.com - NOVO TELEFONE: (69) 3229-8673 O Gaúcho conta com motor turbo-diesel MWM, 2.8, com cerca de 130 cv, e tração 4×4. A sua capacidade de carga é de 600 kg e pode atingir a velocidade máxima de 120 km/h

Cooperação Brasil e Argentina: conheça o GAÚCHO (Veículo Aerotransportável)

Sexta-Feira, 16 de Junho de 2017 às 14:41
COMUNICAR ERRO

Nas missões das tropas aerotransportadas, é fundamental que os soldados paraquedistas possam contar com veículos para reconhecimento e atuação na área de combate. Com foco nessa necessidade e considerando um tratado de cooperação, os exércitos do Brasil e da Argentina desenvolveram uma “Viatura Leve de Emprego Geral Aerotransportável”, que acabou recebendo o nome de Gaúcho.

Como você poderá ver em detalhes nos vídeos a seguir, trata-se de um veículo militar realmente bastante versátil e robusto. A parte do desenvolvimento mecânico ficou com o Brasil enquanto a Argentina cuidou da estrutura e da fenomenal suspensão independente.

O Gaúcho conta com motor turbo-diesel MWM, 2.8, com cerca de 130 cv, e tração 4×4. A sua capacidade de carga é de 600 kg e pode atingir a velocidade máxima de 120 km/h.

O projeto teve início em 2004 e gradualmente vão sendo incorporadas novas unidades às frotas dos exércitos envolvidos. Como é bastante leve para os padrões militares (na ordem de 1500 kg) e baixos, o Gaúcho pode ser facilmente transportado em aviões (como C130) para ser lançado de paraquedas. A sua construção também permite que esses veículos sejam empilhados.

Ele pode atuar em missões de suprimento, transporte de cargas, evacuação de feridos, lançamento de fios, reconhecimento, comando e controle. Além disso, é possível contar com uma metralhadora calibre 7,62mm, além de kit de blindagem leve.

As suas dimensões são as seguintes: Largura: 2,15 m; Comprimento: 4,15 m; Altura: 1,85 m; Distância entre eixos: 2,80 m; Bitola: 1,83 m; Vão livre: 0,42 m; Ângulo de entrada: 50º; Ângulo de saída: 40º.

Considerando as crises peles quais ainda passam o Brasil e Argentina, vamos aguardar novas informações acerca da continuidade do desenvolvimento do Gaúcho. Agora para conhecê-lo em detalhes, assista aos vídeos a seguir.

 

 

 

Fonte: Auto Videos

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE