close
logorovivo2

Porto Velho não será mais sede do “Concurso Nacional de Quadrilhas 2012”

Porto Velho não será mais sede do “Concurso Nacional de Quadrilhas 2012”

DA REDAÇÃO

14 de Maio de 2012 às 10:59

Porto Velho não será mais sede do “Concurso Nacional de Quadrilhas 2012”

FOTO: (Divulgação)

Durante três dias, representantes de 15 estados do Nordeste, Norte e Centro-Oeste estiveram reunidos em Palmas, no estado do Tocantins. Eles participavam da Assembleia Nacional de Entidades Juninas (Anej). Entre outros assuntos discutidos, que já foram divulgados pelo portal, entrou em pauta a realização do Concurso Nacional de Quadrilhas.
O maior evento do setor no país teve sua sede decidida para 2012 e 2013. Na ocasião, foram apresentadas propostas dos estados de Rondônia e Tocantins para este ano. Ao final da sabatina, a cidade de Palmas, em Tocantins, foi à escolhida e sedia a competição entre os dias 21 e 22 de julho de 2012.
Já para o próximo ano, a proposta apresentada pelo estado do Acre foi acatada. O Nacional acontece mais uma vez na capital, Rio Branco, nos dias 13 e 14 de julho de 2013. Por lá deve ser realizada também a assembleia geral da Confebraq no próximo ano.
Tocantins
De pronto, os representantes da Confebraq já se reuniram com os poderes municipal e estadual para acertar os detalhes do evento, que segundo os seus organizadores, promete ser um dos melhores já realizados. A articulação foi feita pela Federação de Quadrilhas de Tocantins (Fequajuto), através do seu presidente, Cláudio Maranhão.
“A novidade maior para o Nacional deste ano, talvez seja mesmo a maior participação de quadrilhas juninas. Pela primeira vez estão sendo esperados 16 grupos juninos, totalizando 15 estados, uma vez que a maior participaçã0 até hoje teria sido de 12 estados. Estamos fazendo todo o possível para que isso aconteça . Na assembleia nacional já aconteceu, tivemos a maior realizada, com a participação de 15″, comemora o dirigente.
Sobre o evento, Maranhão diz que é muito gratificante para o estado sediar um evento de tamanha expressão. “Dessa forma colocamos nosso nome na rota do movimento junino de vez e coroamos um trabalho sério que começou em 2010 com o vice-campeonato Nacional da Quadrilha Cafundó do Brejo, em Rio Branco. O objetivo maior do estado hoje é estar entre os melhores do Brasil no que se refere ao movimento junino. Acho que esse nacional só vem favorecer esse nosso objetivo. Essa era uma meta minha como presidente da Federação (Fequajuto), realizar o nacional aqui em Palmas. Graças a Deus as coisas estão dando certo”, orgulha-se.
 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS