close
logorovivo2

DESFILE COLETIVO: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

O martelo foi batido na reunião que aconteceu quarta feira dia 16, quando todas concordaram com a direção da Fesec em se apresentar para o público, no que ficou denominado de Desfile Coletivo

ZÉKATRACA

18 de Janeiro de 2019 às 15:34

DESFILE COLETIVO: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

FOTO: (Divulgação)

Pronto, as escolas de samba de Porto Velho vão desfilar no carnaval deste ano.

 

**********

 

O martelo foi batido na reunião que aconteceu quarta feira dia 16, quando todas concordaram com a direção da Fesec em se apresentar para o público, no que ficou denominado de Desfile Coletivo.

 

*********

 

Mesmo não contando com carros alegóricos, o público vai apreciar as apresentações dos casais de Mestre Sala e Porta Bandeira; Rainha da Bateria, Comissão de Frente, Bateria e Interpretes de Samba Enredo acompanhados pelos devidos cavaquinistas.

 

*********

 

Quer dizer, quase tudo de um desfile de avenida, estará na Praça Aluízio Ferreira no dia 3 de março, inclusive, a Federação sugeriu que as escolas distribuam fantasias para o público presente.

 

*********

 

Antes do desfile Coletivo vai acontecer o Concurso de Samba de Enredo uma parceria com o Diário da Amazônia e a Coluna do Zekatraca. Vamos ver quem vai levar para sua sede, o troféu Sebastião Araújo da Silva – BABA.

 

*********

 

Esse troféu foi criado no Carnaval de 2014 e a primeira vencedora, foi a escola de samba Acadêmicos da Zona Leste que disputou com um samba composto pelo Ernesto Melo.

 

*********

 

Este ano o páreo será mais acirrado, pois estarão na parada compositores como Bainha, Oscar e Zé Baixinho que disputam com sambas de duas escolas Asfaltão e Diplomatas; Sílvio M. Santos pela escola São João Batista, se a memória não me falha o Walcir Nonato pela escola Império do Samba. Torrado é o compositor do samba do Armário Grande. Só tem fera!

 

*********

 

Por falar em desfile de escola de samba, o presidente da azul e branco (SJ Batista) Pai Beto confirmou, que sua escola vai levar para a Praça Aluízio Ferreira no dia 3 de março, as candidatas eleitas no 2º Concurso Mulata Ouro e Rainha do Carnaval Gay que se apresentarão com fantasias de luxo. Vai ser o maior “babado” como diz o Mestre Severino Silva da Rádio Farol.

 

**********

 

Louvamos a decisão da Federação das Escolas de Samba e suas filiadas em não privar os amantes do bom carnaval, dos desfiles das escolas de samba. Só achamos que as fantasias deveriam ser coloridas e não apenas pretas.

 

*********

 

Se querem fazer algum protesto, que coloquem apenas uma tarja preta em cada fantasia e pronto. Todo mundo de preto não vai ser legal. Ainda bem que as passistas, rainha de baterias e casal de mestre sala e porta bandeira vão usar fantasias específicas.

 

*********

 

Que cada escola de samba apresente a Ala das Baianas uma das mais bonitas em qualquer desfile.

 

**********

 

Por falar em desfile. A sede da Banda do Vai Quem Quer localizada a rua Joaquim Nabuco, já está com o muro todo pintado com as cores da Banda para este carnaval.

 

*********

 

O interessante, é que a Banda é tão querida, que assim que a empresa contratada acabou de colocar os Banners 2019, muita gente tem ido lá bater fotografia. É impressionante o quanto a Bada do Vai Quem Quer é querida pelo folião de Porto Velho.

 

*********

 

Pra semana a sede estará aberta ao público, assim como a venda de camiseta (no boleto) irá começar. A Camiseta da Banda este ano vai custar apenas R$ 50 mangos.

 

*********

 

Por falar em fantasia, estava eu na Loja da Socorro que é especializada em fantasia pra tudo quanto é festa e vi, que muita gente está comprando fantasia para participar do Baile Municipal uma promoção da prefeitura de Porto Velho, que vai acontecer no dia 16 de fevereiro, no Calçadão Manelão em frente ao Mercado Cultural. A intenção é superar o público que prestigiou o Baile Municipal ano passado.

 

********

 

Depois disso tudo, vamos cantar:Quem disse que nossa escola não sai, não tem cabeça pra pensar, nossa escola vai sair, e o povo na rua vai samba. Eu vou gargalhar quais, quais, quais quais.

 

 

Escolas de Samba garantem

desfile para 3 de março


 

Em reunião da Federação das Escolas de Samba e Entidades Carnavalescas – Fesec realizada na noite da última quarta feira 16, na sede dos Moradores e Amigos do Bairro Areal da Floresta, os dirigentes das escolas de samba de Porto Velho, aprovaram a programação apresentada pelo departamento de eventos da Federação, que entre outros, consta o Desfiles Coletivo das Escolas de Samba no dia 3 de março, na Praça Aluízio Ferreira.

 

De acordo com nota distribuída pela direção da Fesec, a programação vai acontecer com a realização do Concurso que vai eleger o Melhor Samba de Enredo 2019, que serão apresentados pelos interpretes oficiais, de cada agremiação.

 

A programação aprovada pelos carnavalescos, começa no dia 24 de fevereiro, com a participação no Desfile do Bloco “Pirarucu do Madeira” a participação será com a presença dos pavilhões das agremiações que será conduzido pelo Casal de Mestre Sala e Porta Bandeira de cada escola, Comunidade e Diretoria. A participação dos brincantes das ALAS, fica a critério de cada folião. A concentração começa as 15 horas em frente ao Ginásio Cláudio Coutinho. O desfile está previsto para começar às 17h30.

 

 

 


 

Desfile Coletivo
 

Todas as escolas de samba garantiram presença, no que ficou denominado como 2º Evento – Desfile Coletivo que será dividido em duas etapas:

 

1ª Etapa – Concurso de Samba Enredo – As filiadas devem formar uma pequena trupe com Interprete, Cavaquinista, Ritmistas, para acompanhar o seu samba enredo e a Rainha ou Madrinha da Bateria.

 

2ª Etapa - Desfile Coletivo – Após o concurso do Samba de Enredo, as escolas de samba irmanadas e coesas, farão um desfile em conjunto, demonstrando união, força e resistência em prol da Cultura Popular.

 

A Comissão de Frente será formada pelos casais de Mestre Sala e Porta Bandeira com os respectivos pavilhões. Em seguida Rainhas, Musas e Passistas.

 

Fechando o Desfile, o Bloco com todas as Agremiações vestidos na cor preta, o estilo da fantasia ficará a cargo e sob a criatividade de cada filiada. Essa fantasia pode ser distribuída ao público que estiver prestigiando o espetáculo. As baterias estarão juntas em frente ao palco.

 

A concentração está marcada para as 19 horas e o espetáculo previsto para começar as 20h30.

 

 

SAPUCAÍ

 

Padre Omar do Cristo Redentor

vai puxar samba na Unidos da Tijuca

 

Rio - A Unidos da Tijuca vai contar com bênçãos divinas para o desfile deste ano. O reitor do Santuário do Cristo, Padre Omar, de 39 anos, será um dos puxadores da agremiação do Borel, que narrará a história do pão na Sapucaí. Com um samba que exalta a fé sagrada, a canção já é considerada pelos tijucanos como um 'samba-oração'.

 

Membro honorário da Academia Internacional de Música, o padre vai entrar, pela primeira vez, na Avenida, com direito a camiseta da escola e destaque no carro de som. "É o ápice de um trabalho que objetiva o bem, a valorização de elementos rítmicos e culturais da cidade do Rio", contou ele, que é colunista do jornal O DIA.

 

 

 

 

O convite partiu, primeiramente, do presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Castanheira. "Fiz a locução de um dos sambas que concorria na Tijuca, mas ficou em segundo lugar. O Castanheira então me perguntou sobre ser intérprete, e fui convidado oficialmente pelo presidente da agremiação, Fernando Horta", afirmou o padre, que na terça-feira celebrou o casamento do DJ Alok no Cristo Redentor.

 

Para o religioso, o diálogo com a cultura do Carnaval e do samba é importante. "A música é meu principal instrumento de evangelização. É importante customizar nossa atuação e presença sem perder a identidade católica. Sou padre 24h por dia", reforçou ele, que já lançou CD e DVD com participação de sambistas, e tem até o aval de Papa Francisco.

 

"Quando entreguei meu trabalho musical para o Papa, na Jornada Mundial da Juventude, em 2013, ele disse que era um bom terreno para semear a palavra de Deus", disse Omar.

 

A chegada do religioso também foi aprovada pelo intérprete Wantuir Tavares, 61, que está em seu sétimo Carnaval na Tijuca. "Foi uma surpresa ótima, o nosso intuito, é cantar esse samba de um jeito bem harmônico, como pede um hino, e passar uma mensagem de esperança e fraternidade", pontuou Wantuir.

 

No samba da Azul e Amarela, Deus conversa com Jesus, que responde ao Pai pedindo a multiplicação do pão para o povo. "Se Deus é por nós, escute a voz que vem do meu Borel", aponta um trecho da música.

 

"Existe fé no samba e samba na fé", finalizou padre Omar, que participou ontem 17, do primeiro ensaio na quadra da agremiação.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS