close
logorovivo2

CAMPANHA: PT do Acre denuncia Bolsonaro após ele falar em “fuzilar a petralhada”

A declaração de Bolsonaro foi dada em cima de um carro de som em um comício no Calçadão da Gameleira

AC24HORAS

4 de Setembro de 2018 às 09:09

CAMPANHA: PT do Acre denuncia Bolsonaro após ele falar em “fuzilar a petralhada”

FOTO: (Divulgação)

O presidente do PT do Acre, informou na tarde de ontem, 03, que o partido vai ingressar com uma representação e queixa-crime junto ao Ministério Público Federal e a Polícia Federal contra o candidato à Presidência da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL), que chamou, durante visita ao estado sábado passado, seus eleitores para fuzilarem a “petralhada do Acre.

 

A declaração de Bolsonaro foi dada em cima de um carro de som em um comício no Calçadão da Gameleira. Com um tripé na mão, Bolsonaro imita um fuzilamento enquanto declara: “Vamos fuzilar a petralhada aqui do Acre, hein? Vamos botar esses picaretas pra correr do Acre. Já que eles gostam tanto da Venezuela, essa turma tem que ir pra lá. Só que lá não tem nem mortadela, hein, galera. Vão ter que comer é capim mesmo”.

 

“A gente julga muito grave. É algo escabroso e faz uma incitação a crimes violentos. Uma coisa são as disputas, outra é a pregação do ódio. Os órgãos de fiscalização, de direitos humanos, deveriam ter agido”, afirma André Kamai, ao lembrar que as instituições federais já deveriam ter entrado no caso sem a necessidade da ação do PT.

 

O presidente do Partido dos Trabalhadores também condenou a atitude do Coronel Ulysses, candidato do PSL ao governo do Acre, que aparece ao lado de Bolsonaro, rindo e vibrando com o discurso.

 

“Tão grave é também é a postura do Ulysses que vibrou com aquele ato. Não é uma brincadeira.”

 

O PT na nacional também entrou com uma representação criminal junto ao STF contra Bolsonaro por ameaça.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS