close

Justiça eleitoral apura denúncias de compra de votos

Justiça eleitoral apura denúncias de compra de votos

DA REDAÇÃO

24 de Outubro de 2008 às 08:14

Justiça eleitoral apura denúncias de compra de votos

FOTO: (Divulgação)

Com estreita vantagem de votos (34), a prefeita de Primavera de Rondônia, Eloísa Bertoletti, venceu as eleições 2008 conseguindo reeleição para o segundo mandato. Entretanto a coligação “O Futuro de Primavera em suas Mãos – PPS, PT, PDT, PSB, PR, PV, PSDB e PSDC”, encabeçada pelo candidato a prefeito Manezão, protocolou junto ao Ministério Público em Pimenta Bueno, denúncias de compra de votos.
 
Indícios com provas, como gravações e fotografias e vasta documentação, contestam a eleição de Eloísa Bertoletti. Testemunhas já foram intimadas e ouvidas. Outras testemunhas ainda serão ouvidas. Segundo as denúncias, eleitores teriam recebido R$ 200 reais, R$ 150 reais e R$ 100 reais para votarem na candidata.
 
Além de dinheiro, eleitores também teriam sido beneficiados com cirurgia de laqueadura feita em Espigão do Oeste, conserto de moto, atendimentos médicos e óculos. Segundo a coordenação da coligação “O Futuro de Primavera em suas Mãos”, documentos comprobatórios já foram encaminhados ao Ministério Público que está apurando os fatos.
 
Nesta época inúmeras denúncias estão sendo investigadas em Rondônia. Nesta quinta-feira (23), saiu a confirmação da sentença que cassou o registro de candidatura e condenou a vereadora Sandra Maria Barreto de Moraes ao pagamento de multa no valor de R$ 10.641,00 durante Sessão da Corte Eleitoral rondoniense. Ainda nesta quinta, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cassou o registro de candidatura de Izaías Fortes Meneses, o mais votado no dia 5 de outubro último, para a prefeitura de Chapadinha, no Maranhão (MA). Candidato pelo Partido Progressista (PP), o comerciante Izaías disputava o quarto mandato à frente da Prefeitura Municipal e obteve 15.373 votos.
 
Os coordenadores da coligação “O Futuro de Primavera em suas Mãos”, disseram à nossa Reportagem que confiam na justiça eleitoral. “Um grande trabalho de fiscalização foi realizado nas eleições do último dia 5; um exemplo local e nacional. Portanto, confiamos que a solidez das provas e testemunhas que apresentamos juntamente com as denúncias, são suficientes para reverterem o quadro eleitoral do nosso município”, concluíram.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS