close

EMERGÊNCIA: Após mais de oito horas de chuva Alta Floresta enfrenta nova enchente - Confira fotos

Desde as 02:00 horas da manhã de sexta-feira, por um período que se seguiu por aproximadamente 8 horas, choveu sem parar no município. O que fez com o que o nível dos córregos que cortam o município subisse demais e transbordassem...

DA REDAÇÃO

17 de Janeiro de 2010 às 21:57

EMERGÊNCIA: Após mais de oito horas de chuva Alta Floresta enfrenta nova enchente - Confira fotos

FOTO: (Divulgação)

            A cidade de Alta Floresta D’Oeste está sofrendo com as conseqüências de uma nova enchente. Desde as 02:00 horas da manhã de sexta-feira, por um período que se seguiu por aproximadamente 8 horas, choveu sem parar no município. O que fez com o que o nível dos córregos que cortam o município subisse demais e transbordassem, inundando casas, quintais, clubes e propriedades rurais.
 
            Dezenas de famílias estão desalojadas, recebendo o apoio da prefeitura municipal, amigos e vizinhos. Faz menos de um ano que a enchente de março de 2009 deixou centenas de pessoas desalojadas, e trouxe grandes problemas para o município nas áreas de saúde, infraestrutura e também no setor social.
 
            O prefeito Daniel Deina (PTN), as 10:15 da manhã dessa sexta-feira, já tinha disponibilizado o apoio da Secretaria Municipal de Infraestrutura - SEMIE, através de todo o pessoal, bem como das demais secretarias. “Veículos, pessoal, equipamentos, alimentação, alojamento, enfim tudo o que for possível para prestar apoio à essas famílias nós faremos. Nossa equipe tem o dever de apoiar às famílias carentes.” - disse Deina logo pelo início da tarde.
 
            Já pela manhã, a linha P50, de responsabilidade do governo estadual ficou interditada num trecho de 800 metros, com mais de 1,5 metros de água cobrindo o percurso;os bairros Santa Felicidade e Princesa Isabel começaram a ser inundados no início da tarde.
 
            Os desalojados sem terem para onde ir, foram removidos para o Centro Cultural Expedito Gonçalves Ferreira, imediatamente e acompanhados pela Secretaria Municipal de Ação Social e trabalho, que disponibilizou alimentação e colchões para muitos.
 
            Moradores, vizinhos, amigos, todos estão mais uma vez envolvidos no trabalho de apoio às famílias. O chefe de gabinete Benevides Machado, já comunicou que a Comissão Municipal de Defesa Civil, está reunida para decretar estado de emergência, o Corpo de Bombeiros Militar de Rolim de Moura foi comunicado e até a tarde ainda não tinha comparecido à Alta Floresta.
 
“Estamos todos empenhados e unidos para poder ajudar ao máximo essas famílias, cada um faz sua parte e se pudermos, vamos sim entrar na água e ajudar essas famílias, uma vez que o socorro tem que partir de cada um que possa auxiliar” - enfatizou Deina ao estar dentro de uma das áreas alagadas auxiliando também a retirar a mudança de uma das famílias.
 
O nível das águas subiu alarmantemente, chegando próximo dos 2 metros e meio. Empresários da cidade novamente se prontificaram, e disponibilizaram barcos, motores e pilotos, para auxiliar a prefeitura no socorro aos atingidos pela enchente.
 
O prefeito Daniel Deina, o chefe de gabinete, o vereador Nenão, um empresário da cidade e o Assessor de Imprensa municipal seguiram pelo córrego que corta a cidade e pelo rio branco até o reservatório da pequena central hidroelétrica, mais próxima da cidade, para constatar o nível da água, que avia atingido seu limite, represando grande parte das águas.
 
O Hospital Municipal da cidade está dando atendimento médico às pessoas com necessidade de cuidados especiais e está pronto para uma possível elevação na quantidade de internamentos.
 
O estado de emergência deve ser decretado ainda neste final de semana por Deina e pela Comissão Municipal de Defesa Civil, e toda a estrutura da prefeitura municipal continua à disposição no auxílio e socorro à vítimas da enchente.

 FOTOS:

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS