close

CADÊ ? - Asfalto feito pela metada da avenida Mamoré revolta moradores e condutores de veículos – Fotos

Moradores, comerciantes e condutores de veículos que trafegam diariamente pela avenida Mamoré, zona Leste de Porto Velho (RO) estão sem entender o motivo da paralisação da obra de asfaltamento da referida via pública.

DA REDAÇÃO

15 de Janeiro de 2011 às 09:37

CADÊ ? - Asfalto feito pela metada da avenida Mamoré revolta moradores e condutores de veículos – Fotos

FOTO: (Divulgação)

Moradores, comerciantes e condutores de veículos que trafegam diariamente pela avenida Mamoré, zona Leste de Porto Velho (RO) estão sem entender o motivo da paralisação da obra de asfaltamento da referida via pública. Segundo informações da comunidade, a intenção da Prefeitura de Porto Velho era duplicar, sinalizar e alargar a avenida, pois assim, minimizariam os acidentes constantes ao local.
Porém, nada disso aconteceu. A extensão da avenida Mamoré chegou somente por completa até a rua Mário Andreazza. Pois até a rua Garbim, só um lado da pista tem asfalto novo. Entretanto, as calçadas de muitos moradores e comerciantes foram danificadas por motivo da obra de extensão da avenida Mamoré.
De acordo com o comerciante Carvalho Júnior, a empresa contratada pela Prefeitura de Porto Velho, executora do serviço, que não foi identificada pela reportagem do Rondoniaovivo.com não comunicou a população o motivo da paralisação. Diante disto, o comerciante foi até os operários em meados de Novembro de 2010 e perguntou o motivo da parada relâmpago da obra.
“O que eles me disseram foi que estavam parando por motivo das chuvas e só retornariam em Abril de 2011”, informou o comerciante Carvalho Júnior. Para os motoristas o risco de acidentes triplicaram na avenida Mamoré, pois sem sinalização, com uma iluminação precária e com um asfalto pela metade não dá para os condutores de veículos discernirem qual é a sua pista.
“A noite aqui o trânsito vira coisa de doido. Ultrapassagens perigosas de ônibus, caminhão e tudo mais que você pensar. Tá passando até carreta Bi-trem por essa avenida. Eles saem da BR-364 e pegam aqui como atalho. Outra coisa é que tem muita gente dirigindo  alcoolizada por esta rua. Alguém tem que fazer alguma coisa, qualquer dia desse aí vai acontecer uma tragédia aqui”, desabafou o morador  Leandro Ribeiro.
A preocupação de muitos moradores é que o ano letivo está chegando, isto é sinônimo de crianças e adolescentes nas ruas e principalmente caminhado pela na avenida Mamoré. Sem ter muito que fazer a comunidade da zona Leste, exige um posicionamento urgente da Prefeitura de Porto Velho referente a obra de asfaltamento da referida via pública.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS