close
logorovivo2

Em seis meses, unidade do MPF em Porto Velho oferece 213 novas denúncias de crimes

Em seis meses, unidade do MPF em Porto Velho oferece 213 novas denúncias de crimes

DA REDAÇÃO

8 de Julho de 2013 às 17:39

Em seis meses, unidade do MPF em Porto Velho oferece 213 novas denúncias de crimes

FOTO: (Divulgação)

A unidade do Ministério Público Federal (MPF) em Porto Velho fez um balanço de sua atuação na área criminal referente aos seis primeiros meses de 2013. Neste período, a unidade ajuizou 213 ações penais (denúncias).
O Ministério Público Federal ajuíza ações penais nos casos em que a competência para processar e julgar o autor do fato criminoso é da Justiça Federal.
O crime mais frequente em Rondônia é o ambiental. Desmatamentos ilegais, extração de madeira de unidades de conservação e exploração ilegal de minérios são alguns exemplos de crimes praticados no estado.
Também são bastante frequentes denúncias por tráfico internacional de drogas; contrabando (que é entrada ou saída clandestina de produtos proibidos) e descaminho (que é a importação ou exportação irregular de produtos legais); estelionato; peculato (uso do cargo para desviar dinheiro); corrupção ativa (oferecer vantagem indevida) ou passiva (receber a vantagem); concussão (exigir vantagem indevida, se ocupante de cargo ou função pública); e emprego irregular de verba ou renda pública.
Outros crimes combatidos pelo MPF em Rondônia são: desvio e apropriação de verbas públicas federais; fraudes contra o INSS; fraudes em licitações; sonegação de impostos federais e apresentação de documentos falsos para isenção do pagamento de tributos; tráfico internacional de drogas e de pessoas; gestão fraudulenta ou temerária de bancos; emissão de moeda falsa; funcionamento irregular de instituição financeira. O MPF também atua na repressão aos crimes cometidos pela internet, tais como divulgação de pornografia infantil (vídeos, fotografias e desenhos) e racismo etc.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS