close

Justiça mantém na prisão acusado de homicídio em São Lourenço

Justiça mantém na prisão acusado de homicídio em São Lourenço

DA REDAÇÃO

29 de Julho de 2016 às 08:48

Justiça mantém na prisão acusado de homicídio em São Lourenço

FOTO: (Divulgação)

Acusado de ter matado Wilson da Silva, no mês de agosto de 2005, na Fazenda Roseana, situada no distrito de São Lourenço, município de Vilhena-RO, Ailton Gomes Moreira não conseguiu, por meio de habeas corpus (HC), no Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO), a revogação de sua prisão, efetivada no dia 7 de junho de 2016.

Consta que Ailton Gomes, após cometer o delito com disparos de arma de fogo, que atingiram a cabeça e tórax da vítima, fugiu do distrito. Ele foi denunciado pelo Ministério Público de Rondônia no dia 11 de de outubro de 2007, pela prática do crime de homicídio.

A decisão, no TJRO, foi dos desembargadores da 2ª Câmara Criminal, conforme o voto do relator, desembargador Valdeci Castellar Citon que, em sua análise, não vislumbrou qualquer irregularidade na prisão do réu, decretada pelo Juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Vilhena.

De acordo com a decisão colegiada, embora o paciente (réu) tenha sustentado em sua defesa que poderia ter sido localizado facilmente para sua citação, isso não se mostrou verdadeiro nos autos; ao contrário disso, ele demonstrou resistência em responder a qualquer chamado da Justiça, causando embaraços ao andamento processual e fugindo da sua responsabilidade. Além disso, os indícios de materialidade e autoria do crime apontam contra Ailton Gomes.

O Habeas Corpus, n. 0003663-12.2016.8.22.0000, foi julgado nessa quarta-feira, 28.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS