close

Ministro dos Transportes diz que não faltarão recursos para obras em Rondônia

Ministro dos Transportes diz que não faltarão recursos para obras em Rondônia

DA REDAÇÃO

3 de Novembro de 2016 às 16:14

Ministro dos Transportes diz que não faltarão recursos para obras em Rondônia

FOTO: (Divulgação)

A entrega da segunda pista do viaduto do Trevo do Roque, nesta quinta-feira (3) em Porto Velho,  foi marcada por duas afirmações distintas das autoridades presentes. A primeira, de que a demora de oito anos pôs fim à credibilidade quanto a conclusão da obra. A segunda é a garantia dada pelo ministro dos Transportes, Maurício Quintela, de que os trabalhos vão prosseguir e que não faltarão recursos.

o e sua comitiva e o governador Confúcio Moura, além de convidados. No clima ameno e, por vezes com chuva fina, alguns discursos tiveram tom elevado com críticas que o ministro considerou justas.

Segundo Quintela, a bancada federal soube apresentar com clareza os problemas das obras e ele decidiu que precisava conhecer pessoalmente os gargalos da construção. “Disseram para não vir e que o povo estava com raiva. E o povo tem razão”, concordou.

O ministro afirmou que não havia o que ser inaugurado uma vez que o viaduto ainda não está concluído, mas garantiu que retornará em 2017 para entregar o complexo.

Após criticar os problemas com as construtoras, fato que contribuiu para a paralisação dos serviços, Quintela disse que o governo federal tem outra dinâmica e que Rondônia receberá atenção diferenciada nas obras de transportes.

DESCRÉDITO

A falta de credibilidade nos assuntos relacionados ao viaduto também marcou o discurso do governador Confúcio Moura. Segundo ele, a paralisação das obras, que aconteceu diversas vezes, não teve justificativa aceitável. “Foi deprimente, humilhou a o povo”, acentuou. Mas a entrega da segunda pista, conforme ele, melhora a autoestima da população, pondo fim a um cenário que só evocava o descrédito.

O governador disse que vê, na visita do ministro, uma demonstração de que o governo federal age diferente em relação a Rondônia. “Está claro que esta não é uma visita protocolar, é um compromisso com o nosso desenvolvimento”, avaliou.

A bancada federal, segundo Confúcio, soube conduzir as articulações para que, apesar dos problemas existentes, as obras fossem retomadas. O Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), cujo diretor geral, Valter Casemiro, também veio a Rondônia na comitiva do ministro Quintela, teve participação fundamental no processo.

O fato do governo do estado ter assumido, mesmo enfrentando entraves jurídicos, as obras nas marginais do trecho onde está o viaduto foi destacado pelo deputado federal Lindomar Garçom. Ele recordou que os empresários da região foram prejudicados com a dificuldade de acesso aos seus estabelecimentos. O parlamentar destacou que equipes do Departamento de Estrada, Rodagens e Serviços Públicos (DER) limparam e pavimentaram as pistas.

DRAGAGEM

Durante a cerimônia também foi assinado o contrato para a dragagem da hidrovia do Madeira.

O contrato firmado com um consórcio representado pela construtora ETC, no valor de R$ 80 milhões, garante as obras para retirada dos bancos de areia que prejudicam a navegação num prazo de cinco anos.

Os trabalhos, conforme estabelecido no contrato, devem ser feitos mesmo em período de estiagem.

Conforme o ministro dos transportes, este é um indicativo de que o governo federal tem outra forma de administrar para impulsionar o desenvolvimento regional.

As obras são garantia de navegabilidade e suporte à economia, que ficou abalada nos últimos meses, quando o leito do rio apresentou trechos com menos de quatro metros de água.

PREJUÍZO

Sobre a dragagem da hidrovia, Confúcio Moura afirmou que é uma boa notícia para o comércio, que sentiu a ausência dos empregados demitidos porque o rio no oferece navegabilidade para o transporte de cargas em razão da estiagem.

Os senadores Valdir Raupp e Ivo Cassol, além dos deputados federais Lindomar Garçom, Marinha Raupp, Mariana Carvalho, Nilton Capixaba, Luiz Cláudio e Expedito Neto também vieram participar do evento. Em comum, deixaram claro que estão empenhados em destinar emendas para obras de infraestrutura em Porto Velho.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS