close

ORGULHO FERIDO: Estrutura comprometida preocupa moradores do 'Orgulho do Madeira'

Nossa reportagem foi acionada para mostrar um drama dos moradores de uma região que sofre com vazamentos que geram infiltrações severas nas estruturas. Confira o Vídeo!

DA REDAÇÃO

26 de Novembro de 2018 às 15:42

 

Essa semana o Rondoniaovivo recebeu  reclamações dos moradores do Orgulho do Madeira. O repórter Pedro Silva foi conferir de perto o drama de centenas de famílias que vivem de forma insalubre, com paredes rachadas e um grande problema:

 

O vazamento de água. Uma moradora chegou a abandonar o imóvel, não suportando conviver com tanta agua no apartamento. O vazamento é uma constante que tomou conta de todos os cômodos da moradora que saiu da localidade.

 
“Quase todos os relógios de agua da Caerd apresentam vazamentos", diz Isaias Inácio morador. O condomínio foi entregue aos moradores em 2015. “Esses vazamento estão assim desde 2016, cerca de 100 mil litros de água são desperdiçados diariamente, essa parte dos hidrantes é de responsabilidade da Caerd e o prédio está em risco", disse. "Já tivemos três reuniões e nada foi feito” acrescenta  Isaias.


Os moradores do Orgulho do Madeira, mais especificamente da quadra 587, não  suportam mais tanto descaso. Afirmam estar cansados de pedir ajuda para a prefeitura e para a Caerd, Seas e Semusa, não tendo retorno. Eles resolveram procurar a equipe do Rondoniaovivo para denunciar o caso.

 
Outra reclamação dos moradores é a falta da coleta de lixo. Sacolas e mais sacolas se acumulam, o caminhão da Empresa responsável pela coleta a 'Marquise' nem passa pelo local, segundo um morador. A região de estacionamento virou um atoleiro e os motoristas nem passam mais pelo local, informa Isaias Inácio.

 

Morador mostra um dos vazamentos no Orgulho do Madeira

 

Instalações em péssimas condições no Orgulho do Madeira, que virou uma "Vergonha do Madeira"


Sem posto de saúde 
No Orgulho do Madeira existem  cerca de 16 mil pessoas, são  4 mil famílias sem saúde pública. “ Aqui ninguém pode ficar doente”, diz Karen de Oliveira, moradora da quadra 587. “Quando precisamos, a gente vai para a unidade mais próxima, no bairro Socialista, mas lá ás vezes não somos atendidos, eles falam que não somos moradores do bairro e que não temos cobertura, eu te pergunto o que podemos fazer? Não podemos  falar para a doença esperar, precisamos de uma resposta “acrescentou. 

 

Também falta escola 
Centenas de crianças todos os dias enfrentam series problemas de locomoção para estudarem em escolas distantes, o Orgulho do Madeira também não possui escola, os pais precisam parar seus afazeres para levar e buscarem seus filhos em escolas distantes, em bairros vizinhos.

 

Lixo acumulado e sem recolhimento gera doenças e cheiro insuportável

 

Junto com o alagamento decorrente dos vazamento o chorume se mistura com a lama

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS