close

EDUCAÇÃO: Professora ensina língua portuguesa para refugiados na capital e precisa de apoio

As aulas ocorrem em uma sala disponibilizada pela Paróquia Santa Luzia

DA REDAÇÃO

20 de Setembro de 2019 às 11:22

EDUCAÇÃO: Professora ensina língua portuguesa para refugiados na capital e precisa de apoio

FOTO: (Divulgação)

Um ato de solidariedade e valorização do ser humano, assim pode ser definida a ação da professora Sarah Ly, que voluntariamente palestra aulas de língua portuguesa à refugiados venezuelanos e de outras localidades do globo onde a realidade é recessão econômica, crise política ou destruição ambiental.

 

As aulas ocorrem em uma sala disponibilizada pela Paróquia Santa Luzia, localizada na zona Sul de Porto Velho. No local, os refugiados aprendem o português falado no Brasil, além da escrita do país.

 

Entre os alunos estão pessoas com formação escolar que buscam uma abertura no mercado de trabalho brasileiro. “Eu creio que eles terão uma boa noção do português para qualquer lugar do Brasil que eles forem”, afirmou a professora Sarah Ly.

 

O repórter William Ferreira “Homem do Tempo” foi até a sala de aula e registrou um pouco como funcionam esses encontros pedagógicos. Segundo a professora Sarah Ly, toda ajuda é bem vinda, pois a estrutura ainda é tímida e a intenção é ampliar o projeto, já que Porto Velho se tornou rota de refugiados políticos que seguem para todos os cantos do país.

 

“Eu tenho vontade de levar os alunos para atividades em campo, isso os ambientaria melhor ao nosso país, mas não temos veículos ou condições de alugar um micro-ônibus. Toda ajuda será bem vida ao nosso projeto”, finalizou a professora Sarah Ly.

 

Atualmente o projeto conta com a participação de 12 alunos com previsão de ampliar, as aulas são realizadas no período noturno. Quem tiver interesse em ajudar pode entrar em contato pelo telefone (69) (69) 99321-1444.

 

Confira vídeo:

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS