CLUBE DA BÍBLIA - Agora em Cristo, somos membros uns dos outros - Rondoniaovivo.com - NOVO TELEFONE: (69) 3229-8673 Enquanto esta unidade de fé ainda não é realidade entre nós, precisamos guardar com toda a humildade a unidade de Espírito no vínculo da paz

CLUBE DA BÍBLIA - Agora em Cristo, somos membros uns dos outros

Sexta-Feira, 02 de Outubro de 2009 / 20:11

Irmãos em Comunhão - Chile    
   
 
"Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer". I Coríntios 1.10.
 
 
Jesus naquela cruz nos fez um com Ele. Fomos congregados no seu corpo para a comunhão dos filhos de Deus com o Pai e com Seu Filho Jesus Cristo; uma comunhão no Espírito Santo. Uma vez regenerados e incluídos pelo Espírito no Corpo de Cristo, somos chamados para a comunhão: "E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. E em toda a alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos. E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum... E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração" Atos 2.42-46.
 
Estávamos separados desse Corpo, cada um se desviava pelo seu caminho, mas agora em Cristo, somos membros uns dos outros. Para que cada membro seja efetivo no Corpo, é necessário que o Senhor nos aperfeiçoe em toda boa obra: "Ora, o Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dos mortos a nosso Senhor Jesus Cristo, grande pastor das ovelhas, vos aperfeiçoe em toda a boa obra, para fazerdes a sua vontade, operando em vós o que perante ele é agradável por Cristo Jesus, ao qual seja glória para todo o sempre. Amém" Hebreus 13.20-21.
 
Todo aquele que nasceu do Espírito não é mais um indivíduo, mas individualmente membros de um mesmo Corpo. Por isso, é necessário pensarmos sobriamente que necessitamos de todo o Corpo: "Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um. Porque assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma operação, assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros" Romanos 12.3-5.
 
O sacrifício de Cristo foi para remissão de pecados. Agora Deus nos chama a um outro sacrifício: um sacrifício voluntário. "Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus" Romanos 12.1-2.
 
Este holocausto é uma entrega inteira a Deus, para vivermos somente em favor do Seu Corpo: "De modo que, tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada, se é profecia, seja ela segundo a medida da fé; se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino; ou o que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com cuidado; o que exercita misericórdia, com alegria" Romanos 12.6-8.
 
Todo filho de Deus é individualmente um membro do Corpo de Cristo, com diferentes dons, diferentes ministérios e operações, mas com um mesmo Espírito: "Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos" I Coríntios 12.4-6. Os dons não são nossos, mas do Espírito. Os ministérios também não são nossos, mas do Senhor Jesus; muito menos as operações são nossas, elas são todas de Deus. A Igreja única e verdadeira é a Igreja de Jesus Cristo.
 
Há vários dons, ministérios e operações, mas Ele é o que opera tudo em todos, em favor de uma unidade, a unidade do Corpo de Cristo: "Onde não há grego, nem judeu, circuncisão, nem incircuncisão, bárbaro, cita, servo ou livre; mas Cristo é tudo em todos. Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade; suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição. E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos" Colossenses 3.11-15.
 
Se há algum dom é em favor do Corpo. Algum ministério, também é em favor do Corpo, assim também as operações desses dons e ministérios. Todo o nosso esforço e dedicação em favor de qualquer coisa que não seja o Seu Corpo não terão a comunhão do Pai, do Filho e muito menos do Espírito. É uma obra morta: "Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?" Hebreus 9.14.
 
É um vale de ossos secos que se transformou numa multidão sem o Espírito: "Então profetizei como se me deu ordem. E houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, cada osso ao seu osso. E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito" Ezequiel 37.7-8.
 
Quando somos batizados no corpo, já temos o dom e as operações definidos pelo Espírito em favor do Corpo, mas ainda não temos uma maturidade e nem uma unidade de fé. Para isto é necessário que sejamos edificados: "Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo" I Pedro 2.5. É necessário sermos aperfeiçoados pelo Senhor até chegarmos a esta unidade: "Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo" Efésios 4.12-13.
 
Enquanto esta unidade de fé ainda não é realidade entre nós, precisamos guardar com toda a humildade a unidade de Espírito no vínculo da paz: "Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz" Efésios 4.1-3.
 
Ainda que não haja uma unidade de fé, e uma maturidade em todo o Corpo, podemos estar unidos no mesmo pensamento e no mesmo parecer. Para isto é necessário que todos tenham a revelação do projeto de Deus, do propósito eterno de Deus em Cristo. Caso isto não seja claro a nós, nos esforçaremos, ou por outro lado, nos acomodaremos por edificar uma obra pessoal com outro e não nos sujeitaremos a Cristo: "Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nele, arraigados e edificados nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, nela abundando em ação de graças. Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo" Colossenses 2.6-8.
 
Todo aquele que edifica sobre um fundamento alheio, verá um dia toda a sua obra ruir (Mateus 7.27). Se também edificarmos fora do Corpo, ainda que Cristo seja a nossa vida, poderá até ser reconhecida pelos homens, mas para com Deus será vã, e se tornará em grande prejuízo para nós: "E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, a obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo" I Coríntios 3.12-15.
 
Temos conhecido de maneira preciosa a Graça do Senhor Jesus e o amor do Pai, agora é necessário conhecermos também a comunhão do Espírito Santo: "A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo seja com todos vós. Amém" II Coríntios 13.13.
 
Continua..- AGUAS VIVAS-CHILE 
 
 
 
 

Fonte: Fonte : Marco wolff - Leia mais no site /www.sacerdotesdoreino.com.br...

0 Comentários Comentar Notícia

Publicidades