69 99981-5823 | 69 3229-8673

Logo Rondoniaovivo - Notícias, Classificados e Banco de Empregos de Rondônia

Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017


Quinta-Feira, 20 de Abril de 2017 às 17:11

69 99353-3037 COMUNICAR ERRO

Após decisão de Janot, goleiro Bruno pode voltar à prisão

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu na quarta-feira a revogação da liminar do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), que permitiu a soltura do goleiro Bruno, condenado pela morte de sua ex-namorada Eliza Samudio. Bruno foi solto em 24 de fevereiro e espera o julgamento do habeas corpus na primeira turma do STF.

Além de pedir a revogação da liminar, Janot também indeferiu o pedido de habeas corpus feito pela defesa.

Para Janot, o habeas corpus apresentado pela defesa de Bruno já havia sido negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), não cabendo ao STF dar prosseguimento ao pedido.

O procurador ainda refuta a tese da defesa do goleiro, sobre a demora do julgamento de um recurso no Tribunal de Justiça de Minas Gerais enquanto ele seguia preso.

Janot afirma que a própria defesa tem contribuído para o prolongamento do prazo criminal e que “a duração razoável do processo deve ser deferida à luz da complexidade dos fatos e do procedimento, bem como a pluralidade de réus e testemunhas”

Bruno foi condenado em 2013 pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio e também pelo sequestro e cárcere privado do filho. Ele acabou solto em 24 de fevereiro, após cumprir seis anos e sete meses de detenção em regime fechado.

Fora da prisão, Bruno fechou um contrato com o Boa, clube mineiro de Varginha, em 10 de março. O time recebeu inúmeras críticas pela contratação nas redes sociais, nos treinos e até nas partidas disputadas. Com o pedido de Janot, no entanto, o retorno do goleiro aos gramados pode durar menos do que o esperado.


Fonte: Exame

Tag's: Rondoniaovivo, Decisão, Janot, Bruno, Prisão.

GOSTOU DA MATÉRIA, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS E FAMILIARES:

69 99353-3037




PUBLICIDADE




Urupá | 10:52
PC prende suspeito de roubar celular em praça pública

Rondônia | 10:42
Reforma trabalhista será tema do 24ª Encontro de Magistrados do TRT RO/AC

Capital | 10:32
CAPITAL: Central de Flagrantes atenderá em novo endereço

Ariquemes | 10:17
BR-364: Médico é vitima de tentativa de homicídio

Esportes | 10:17
Vilhenense ratifica intenção de disputar o Rondoniense-2018

Rondônia | 10:41
Ifro inicia V Congresso de Pesquisa nesta terça

Rondônia | 10:10
RO: 53% das mulheres presas entre 2016/2017 são reincidentes no tráfico de drogas

Brasil | 10:02
Anitta posta trechos do clipe de ‘Vai Malandra’ gravado na favela

Polícia | 09:46
Condenada dupla que matou filho de sargento da PM na capital

Brasil | 09:37
Mega-Sena promete R$2,5 milhões nesta terça, 17

Política | 09:31
Deputado Airton acompanha visita de empresários Sul-Coreanos

Vilhena | 09:29
Homem é ferido a paulada pelo próprio sobrinho

Polícia | 09:23
Adolescente é vítima de bala perdida na zona Sul da capital

Rondônia | 09:14
Sargento do Corpo de Bombeiros necessita de sangue do tipo O+

Esportes | 09:04
Elenco do Rondoniense é definido para o Estadual Juvenil

Esportes | 09:01
Copinha se aproximando e Ji-Paraná acelera treinos para a disputa

Rondônia | 09:01
João Bento da Costa concorre ao Prêmio Gestão Escolar com o projeto Terceirão

Polícia | 08:59
PRESO: Equipe de segurança flagra suspeito furtando imobiliária

Nova Mamoré | 08:54
BR-425: Acidente leva duas pessoas a óbito e deixa duas crianças hospitalizadas

Justiça | 08:49
Condenada dupla que iria vender armamento para garimpeiros e índios da Roosevelt

Rondônia | 08:49
Crianças da zona Leste recebem brinquedos de entidade filantrópica

Política | 08:38
MISÉRIA: Agora, a hora é de combatê-la na prática, por Sérgio Pires

Brasil | 08:39
Regras criadas pelo Governo dificultam acesso à lista suja do trabalho escravo