69 99353-3037 | 69 3225-5866

Logo Rondoniaovivo - Notícias, Classificados e Banco de Empregos de Rondônia

Terça-Feira, 22 de Agosto de 2017


Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017 às 09:57

69 99353-3037 COMUNICAR ERRO

Investigações policias buscam 'curadores' do jogo online Baleia-Azul

 "Não é lenda urbana. Estamos numa corrida contra o tempo para garantir a integridade física e a vida das vítimas, porque não sabemos em que etapa do jogo elas estão", afirma a delegada Fernanda Fernandes, responsável pelas investigações do viral Baleia-Azul, que supostamente incentiva suicídios, no Rio. Há investigações online em busca de responsáveis pela iniciativa, que teria ramificações até nos Estados Unidos.

As primeiras informações sobre o jogo são de 2015, relatando incentivo ao suicídio propagado pelo Vkontakte (VK), o Facebook russo. Depois, entidades denunciaram o caso como "fake news" (notícia falsa), mas o viral segue avançando. Participantes surgem em grupos fechados, selecionados de madrugada. Na sequência, o administrador, ou "curador", lança desafios, normalmente às 4h20, que incluem de desenho a atividades de risco, passando por mutilações e estímulo ao suicídio.

Coordenador do Escritório Brasileiro da Associação Internacional de Prevenção ao Crime Cibernético e comandante do Centro Integrado de Operações da Polícia Militar da Paraíba, o coronel Arnaldo Sobrinho diz que já foram identificados internautas nos Estados Unidos que atuariam como curadores de grupos dos quais participam adolescentes brasileiros. "São eles quem passam as orientações do tipo excluir uma amizade do Facebook, assistir filmes de terror e assassinato nas madrugadas, até mutilar partes do corpo e subir em prédios para saltar."

Relatório detalhado sobre a investigação será enviado à Polícia Federal(PF). De acordo com o chefe de Comunicação Social da PF em Pernambuco, Giovanni Santoro, apesar de não haver registro oficial de morte ligada ao tema no Estado, existem investigações em redes sociais e aplicativos de mensagens sobre supostos contatos entre jovens e curadores - que podem ser enquadrados criminalmente por incitação ao suicídio.

A Polícia Civil também anunciou que vai pedir a quebra de sigilos de dados para avançar no rastreamento de aliciadores. A estratégia de mapear as comunidades também é adotada pela Polícia Militar em Mato Grosso. Ali os casos se concentram nas cidades de Vila Rica e Confresa. E há o rastreio de comunidades com até 350 integrantes - em sua maioria adolescentes. "As vítimas tentam sair (do jogo) e não conseguem. As crianças recebem algumas ameaças de morte ou até um tipo de pressão psicológica mesmo, e acabam cedendo", relatou o 10.º Comando Militar.

Em Santa Catarina, a Polícia Civil busca os responsáveis por enviar as missões pelo Facebook ou WhatsApp - 9 casos são investigados no Estado. No Paraná, que apura oito casos, o governo do Estado cogita pedir apoio de outras polícias.

Pânico

A Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) do Rio confirmou até agora só dois casos de adolescentes que estavam sendo induzidas ao suicídio pelo suposto jogo via internet. Mas por causa do pânico causado por notícias e boatos a DRCI está recebendo e-mails diários de pais assustados.

Em comum, há a frase "Minha filha tentou se matar". Uma avó do interior do Rio levou à polícia carta que mostra intenção suicida da neta, que será chamada a depor. Um pai de Queimados, na Baixada Fluminense, vai levar a filha, que sobreviveu à tentativa de suicídio.

São investigados crimes de associação criminosa, ameaça, lesão corporal e homicídio. "Os pais estão começando a cair na real. Eles sempre acham que não tem nada acontecendo, que os filhos são espertos demais para cair nessa. É importante mostrar que não é um jogo, não são desafios para divertir, mas para se matar", diz.

Em Brasília, a entrada da Polícia Federal nas investigações foi formalmente solicitada pela Câmara - por solicitação da deputada Eliziane Gama (PPS-MA). No Senado, o jogo foi apontado como justificativa para a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar maus-tratos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo e Estadão 

 


Fonte: Noticias ao Minuto

Tag's: Rondoniaovivo, baleia azul, Investigações policias, jogo,

GOSTOU DA MATÉRIA, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS E FAMILIARES:

69 99353-3037




PUBLICIDADE





Política | 17:19
Airton Gurgacz propõe criação de biblioteca pública na Assembleia Legislativa

Polícia | 17:12
TRÂNSITO: Acidente entre motos deixa três pessoas feridas

Política | 16:37
Durante visita, Expedito Netto anuncia liberação de R$ 450 mil

Política | 16:35
Maurício Carvalho solicitou e Emdur garantiu a iluminação de praça

Polícia | 16:29
Polícia Civil lança campanha de combate às drogas

Educação | 16:31
INTEGRAL: Projeto Asas do Saber será aberto oficialmente nesta quarta

Capital | 16:30
CAPITAL: Presídio com mais de 600 vagas tem previsão de entrega em dezembro

Brasil | 16:19
Collor vira réu em processo da Lava Jato no Supremo

Política | 16:05
Horário eleitoral de 2018 custará R$ 1 bi aos contribuintes, por Marcelo Loureiro

Blog de Ponta Cabeça | 16:00
Quebrando tabus: “Meus orgasmos são melhores aos 80 anos”

Brasil | 15:58
Filho de traficante que foi estuprado com barra de ferro tenta conseguir cirurgia

Rondônia | 15:58
VÍDEO: Cantor Allysson Castro fala sobre vida e sua carreira artística

Política | 15:52
Ezequiel Júnior propõe lei que garante reserva de vagas para primeiro emprego

Cultura | 15:49
STAND UP: Viver de rir, com Ivanildo Silva

Educação | 15:48
Conclua seus ensinos pelo PROVÃO INTERAÇÃO

Guajará- Mirim | 15:36
Policiais em ação rápida evitam que motos sejam cruzadas para a Bolívia

Cultura | 15:31
COLUNA: Lenha na fogueira, por Zé Katraca

Política | 15:30
Léo Moraes visita União Bandeirantes e destina recursos para agricultura

Brasil | 15:24
Ex-procuradora-geral da Venezuela foge para o Brasil

Política | 15:11
Raupp prestigia inauguração de quadra em Theobroma

Política | 15:02
Ação social promovida pelo vereador Edesio reúne cerca 2 mil pessoas na zona Leste

Polícia | 14:53
DENÚNCIA: PCC planeja mortes de agentes penitenciários em RO

Cultura | 14:48
Ator Global realiza oficina de cinema em Porto Velho