69 99981-5823 | 69 3229-8673

Logo Rondoniaovivo - Notícias, Classificados e Banco de Empregos de Rondônia

Sábado, 16 de Dezembro de 2017


Segunda-Feira, 20 de Março de 2017 às 14:10 - Atualizado em Terça-Feira, 21 de Março de 2017 às 16:28

69 99353-3037 COMUNICAR ERRO

OAB derruba taxa de iluminação pública cobrada pelo município de Porto Velho

O Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJRO) julgou procedente Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) ajuizada pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO) e declarou a inconstitucionalidade da contribuição de iluminação pública cobrada pelo município de Porto Velho. A decisão vale para todos os munícipes de Porto Velho e a prefeitura deve cessar imediatamente as cobranças.

O presidente da OAB/RO, Andrey Cavalcante, comemorou a decisão do Tribunal de Justiça de Rondônia. “A Ordem tem o dever de zelar pela Constituição Federal. A Corte Estadual restabeleceu o direito da sociedade de Porto Velho”.

O conselheiro federal e presidente da Comissão Nacional de Direito Tributário da OAB, Breno de Paula, comenta que “A Constituição Federal impõe limites ao titular da competência tributária que deve obedecer a regra matriz constitucional. A decisão tem efeito erga omnes e os munícipes poderão receber de volta o que foi pago nos últimos 5 anos.”

Veja a ementa decisão:

Diário da Justiça Eletrônico Nº 051 – Porto Velho-RO, 21 de março de 2017

Data da divulgação: 20 de março de 2017

Data da publicação: 21 de março de 2017

Tribunal de Justica

Tribunal Pleno

Pág. 106

Data: 17/03/2017

Publicação de Acórdãos

Tribunal Pleno

Data de distribuição: 18/09/2014

Data de redistribuição: 10/10/2014

Data do julgamento: 06/03/2017

0009804-18 2014 8 22 0000 Direta de Inconstitucionalidade

Requerente: Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil do Estado de Rondônia

Advogado: Breno Dias de Paula (OAB/RO 399B)

Requerido: Município de Porto Velho – RO

Procuradores: Jose Luiz Storer Junior (OAB 761), Carlos Dobbis (OAB/RO 127), Geane Pereira da Silva Gouveia (OAB/RO 2 536), Jefferson de Souza (OAB/RO 1139) e Mirton Moraes de Souza (OAB/RO 563))

Relator: Desembargador Miguel Monico Neto

Decisão: por unanimidade, julgar parcialmente procedente para declarar inconstitucional apenas o artigo 4º da Lei Complementar nº 153/2002, nos termos do voto do relator.

Ementa: Ação direta de inconstitucionalidade de Lei Complementar Municipal Contribuição para o custeio de iluminação pública – COSIP Inconstitucionalidade material declarada parcialmente. A Lei Municipal, instituidora da Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública- COSIP afronta a matriz constitucional tributária ao estipular como fato gerador o consumo individual de energia elétrica, pouco importando sua nomenclatura, se taxa (TIP) ou contribuição (COSIP), continuando a persistir a inconstitucionalidade. Ação direta de inconstitucionalidade julgada parcialmente procedente (a) Bel Jucelio Scheffmacher de Souza. Diretor do DEJUPLENO.


Fonte: Assessoria

Tag's: Rondoniaovivo, rondonia, oab, derruba, taxa, iluminacao, publica, energia, porto velho

GOSTOU DA MATÉRIA, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS E FAMILIARES:

69 99353-3037




PUBLICIDADE




Polícia | 15/12/2017 | 19:45
Prefeito em MT é executado dentro de carro; secretário é baleado

Política | 15/12/2017 | 17:44
Em emenda aprovada, Léo Moraes assegura direitos de servidores da Sejus

Rondônia | 15/12/2017 | 16:49
TRANSPOSIÇÃO: Nova lista de servidores beneficiados é publicada nesta sexta

Alta Floresta D´Oeste | 15/12/2017 | 16:42
MP encaminha despacho para apuração de crime de responsabilidade do prefeito

Política | 15/12/2017 | 16:35
Vereador Alan Queiroz participa de inauguração de unidade de saúde

Política | 15/12/2017 | 16:36
Laerte Gomes destaca aprovação do programa Refaz

Rondônia | 15/12/2017 | 16:31
TEMPO: Confira a previsão do tempo para este fim de semana em Rondônia

Política | 15/12/2017 | 16:28
Atuação do Cleiton Roque em projetos beneficia produtores e municípios

Polícia | 15/12/2017 | 16:23
PORTE ILEGAL: Fazendeiro é preso armado em Candeias do Jamari

Política | 15/12/2017 | 16:18
Maurão prestigia lançamento de 14 quilômetros de asfalto em Ouro Preto

Blog de Ponta Cabeça | 15/12/2017 | 16:00
Espetáculo de dança de salão ’50 Tons’ nesta sexta-feira, no Teatro Guaporé

Política | 15/12/2017 | 16:11
Léo Moraes homenageia o jogador Elsinho e Policias Civis de Rondônia

Capital | 15/12/2017 | 15:53
LITERATURA: "Réu do Sexo" será lançado nesta sexta-feira na OAB/RO

Polícia | 15/12/2017 | 15:31
ESPANCADA: Dupla leva surra da população após assaltar mulher

Rondônia | 15/12/2017 | 15:27
SINTERO: Nota de repúdio

Cerejeiras | 15/12/2017 | 15:17
TRÂNSITO: Mesmo com conscientização, imprudência continua matando

Brasil | 15/12/2017 | 15:24
APROVADO: Ensino religioso nas escolas passa a ser obrigatório

Brasil | 15/12/2017 | 15:05
REPETECO: Após 11 anos, Garotinho faz nova greve de fome em protesto contra a prisão

Rondônia | 15/12/2017 | 15:06
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 39 milhões neste sábado

Polícia | 15/12/2017 | 15:01
DESAPARECIDO: Família procura jovem que sumiu na zona Sul

Cultura | 15/12/2017 | 15:03
RESULTADO: Sorteio show de humor com Willou + Watson no Palácio das Artes

Ariquemes | 15/12/2017 | 14:55
OAB/RO: Falso advogado é preso em flagrante

Brasil | 15/12/2017 | 14:43
INADIMPLÊNCIA: CNH e passaporte de maus pagadores podem ser suspensos