69 99981-5823 | 69 3229-8673

Logo Rondoniaovivo - Notícias, Classificados e Banco de Empregos de Rondônia

Sexta-Feira, 20 de Outubro de 2017


Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017 às 09:46 - Atualizado em Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017 às 16:33

69 99353-3037 COMUNICAR ERRO

Pesquisa mostra que 19% dos homens em Rondônia não assumem a paternidade


A Pesquisa Gravidez Indesejada no Brasil – Estatísticas, Motivos e Consequências, realizada pelo portal Trocando Fraldas com 12.000 brasileiras mostra que em casos de gravidez não-planejada, 11% dos pais não assumiram a paternidade. A pesquisa  mostra ainda que 56% das mães já engravidou sem planejamento e 60% porque não houve prevenção.

A rejeição da paternidade é maior está na região Norte, com 16%; já na região Sul é de apenas 7%.

Nos estados de Rondônia a fuga da responsabilidade paterna é de 19% . Na capital, Porto Velho,  o índice é de 10%. No Maranhão, a rejeição é de com 20%. No Rio Grande do Norte e Santa Catarina a taxa é a menor, mal chega a 7%.  Em São Paulo,90% dos homens assumem a paternidade, no e Rio de Janeiro, 91%.

Promundo

Em novembro de 2016, foi lançado o primeiro relatório Situação da Paternidade no Brasil pelo Promundo, o foco era reunir os principais estudos realizados nas últimas duas décadas para expor as evidências do impacto positivo do envolvimento do homem no papel do cuidado, principalmente no que se refere à saúde materno-infantil. Apesar de estudos significativos sobre o assunto, não há dados concretos sobre a situação da paternidade no Brasil.

Trabalho igualitário

 O relatório da Trocando Fraldas visa promover a discussão sobre quando público masculino se responsabiliza de forma igualitária pelo trabalho doméstico e de cuidado não-remunerado, abre espaço para que as mulheres possam desenvolver seu papel profissional, que de acordo com dados de 2012 do Banco Mundial, representa 40% da força de trabalho no mundo.

A discussão não está encerrada, a abordagem sobre o tema paternidade no Brasil tem ganhado força e já há evidências o bastante de que o cuidado com os filhos não é atividade exclusiva feminina, porque o papel do cuidado e educação não está limitado a apenas um gênero.

 Fonte

Situação da Paternidade no Brasil. 1ª edição Rio de Janeiro. Instituto Promundo, 2016.

 

 Pesquisa mostra que 19% dos homens em Rondônia não assume a paternidade

Em Porto Velho este percentual cai para 10%

 

De quem é a responsabilidade do cuidado com os filhos? Ainda por influência patriarcal e machista, a resposta da maioria da população a essa pergunta será: da mulher. Mas essa visão em relação aos cuidados com as crianças tem sido discutida com foco em desconstrução de preconceitos nas últimas duas décadas, por esse motivo, tem se falado tanto em paternidade e na importância desse papel social na mesma medida que a maternidade no Brasil.

 Em novembro de 2016, foi lançado o primeiro relatório Situação da Paternidade no Brasil pelo Promundo, o foco era reunir os principais estudos realizados nas últimas duas décadas para expor as evidências do impacto positivo do envolvimento do homem no papel do cuidado, principalmente no que se refere à saúde materno-infantil. Apesar de estudos significativos sobre o assunto, não há dados concretos sobre a situação da paternidade no Brasil.

 Este relatório visa promover a discussão de que quando o público masculino se responsabiliza de forma igualitária pelo trabalho doméstico e de cuidado não-remunerado, abre espaço para que as mulheres possam desenvolver seu papel profissional, que de acordo com dados de 2012 do Banco Mundial, representa 40% da força de trabalho no mundo.

 Paternidade com a mesma importância da maternidade


Fonte: RONDONIAOVIVO

Tag's: Rondoniaovivo, rondonia, porto velho, noticia, noticias

GOSTOU DA MATÉRIA, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS E FAMILIARES:

69 99353-3037




PUBLICIDADE




Política | 19/10/2017 | 20:02
Em dois meses, Aécio ligou 33 vezes para Gilmar Mendes

Polícia | 19/10/2017 | 19:06
VÍDEO : Um morre e outro fica gravemente ferido em assalto a supermercado na capital

Política | 19/10/2017 | 17:46
Geddel será investigado no STF por apreensão de R$ 51 milhões

Política | 19/10/2017 | 17:36
Márcio Oliveira apoia e participa da Gincana Ecológica da Escola Rio Branco

Política | 19/10/2017 | 17:34
Deputados firmam compromisso e garantem recursos a Pimenta Bueno

Rondônia | 19/10/2017 | 17:27
CURTAS DO ANDREOLI: Acidentes da Duque de Caxias e a falta de ‘pracas’

Política | 19/10/2017 | 17:03
Em sessão, Alan Queiroz diz que determinação se estende há seis anos

Cultura | 19/10/2017 | 17:51
PORTO VELHO: Feira Sabor do Campo acontece nesta sexta-feira na Emater

Brasil | 19/10/2017 | 16:54
Com câncer terminal, Mister M recusa químio e faz ‘vaquinha’ para cirurgia

Capital | 19/10/2017 | 16:36
Prefeito diz que serão distribuídas 4 milhões de mudas em quatro anos

Concursos | 19/10/2017 | 16:23
CONCURSO: Correios prorrogam prazo de inscrições

Rondônia | 19/10/2017 | 15:53
No aniversário da Cred Casa quem ganha o presente é você.

Polícia | 19/10/2017 | 16:14
CORNO: Mulher é surrada após xingar marido em residência

Capital | 19/10/2017 | 16:03
MINHA CASA MINHA VIDA: Caixa define retomada das obras em Porto Velho

Brasil | 19/10/2017 | 15:52
Justiça mantém traficante Nem em presídio de Rondônia por mais um ano

Justiça | 19/10/2017 | 15:47
Justiça do Trabalho em Rondônia multa Camargo Corrêa por má-fé

Rondônia | 19/10/2017 | 15:41
Iperon convoca aposentados e pensionistas para recadastramento

Rondônia | 19/10/2017 | 15:28
Academia da Polícia Civil realiza aula inaugural para aprovados no concurso de 2014

Cultura | 19/10/2017 | 16:01
Inscrições abertas para a 2ª Semana da Diversidade Humana e Interculturalidade

Polícia | 19/10/2017 | 15:21
URGENTE: Polícia localiza veículos roubados da Prefeitura - Vídeo

Internacional | 19/10/2017 | 14:55
UE quer que Brasil elimine trabalho escravo como parte de acordo comercial

Brasil | 19/10/2017 | 14:57
Extração da piaçaba para vassouras cria dependência trabalhista no AM

Esportes | 19/10/2017 | 14:44
Projeto muda vida de jovens através do basquete