69 99353-3037 | 69 3225-5866

Logo Rondoniaovivo - Notícias, Classificados e Banco de Empregos de Rondônia

Domingo, 23 de Abril de 2017


Terça-Feira, 14 de Março de 2017 às 08:09

69 99353-3037 COMUNICAR ERRO

Posso prestar concurso para nível superior sem ter diploma?

Muitos concurseiros iniciantes têm dúvidas em relação aos concursos de nível superior. Boa parte dos interessados acredita que a exigência da graduação já vale a partir do ato de inscrição. No entanto, o candidato pode sim se inscrever ainda com seu curso de graduação em andamento. Confira.

Como prestar concurso de nível superior antes da formatura?A comprovação da conclusão do curso superior só é pedida no ato da posse no cargo, que acontece pelo menos seis meses depois da data de lançamento do edital de abertura da seleção. Isso não é uma regra, mas dificilmente os órgãos conseguem concluir um concurso público e homologar o resultado final antes desse prazo. Então, se você vai se formar em até 6 meses após o lançamento daquele esperado concurso, vá em frente e inscreva-se. Lembrando ainda que o convocado dispõe de 30 dias depois da convocação para apresentar os documentos necessários para tomar posse. Outro fator importante a se considerar é que os concursos de nível superior normalmente exigem prova discursiva, além da objetiva, e as redações levam mais tempo na sua correção. Outras etapas podem ainda ser pedidas, dependendo do cargo e da instituição, e o resultado demora mais a ser publicado. Há concursos que levam mais de 8 meses para começarem a nomear os aprovados, envolvendo o período do lançamento do edital até a homologação do resultado final.

Quando se está na graduação, deve se considerar não o último dia de aula como o seu prazo, mas sim a data em que irá receber o diploma e adicionar o tempo necessário para obter o registro no respectivo conselho de classe, que as vezes também é exigido. Vale consultar a faculdade, já que alguns diplomas demoram bem mais do que o esperado, e também conferir o prazo estimado pelo órgão de classe, entrando em contato direto com responsáveis por essas áreas. Assim, pode-se estimar uma data em que o candidato estará apto a tomar posse.

Alguns concursos liberam o cronograma completo já com o edital de abertura, mas ele só trará o calendário até a homologação de resultado. Em outros casos o candidato pode pesquisar pelos últimos concursos do órgão, observar o tempo entre as provas e o resultado e entre o resultado e as primeiras convocações. É interessante verificar se a banca organizadora é a mesma dos concursos anteriores, já que as realizadoras costumam seguir os mesmos procedimentos, seguindo um padrão.


Outra possibilidade é que, na hora da convocação, o aprovado pode pedir "fim da fila", situação que o mantém entre os aprovados e apenas o coloca em posição posterior aos demais. É necessário consultar o edital para saber se o pedido é permitido. Essa é uma estratégia para quem se classificou dentro do previsto pelo edital, já que todos os aprovados serão convocados dentro do prazo de validade - que normalmente é de dois anos, prorrogável uma vez - e esse tempo é o suficiente para concluir os trâmites necessários caso o curso já esteja em andamento. Entretanto, não é uma boa ideia para os candidatos que se classificaram dentro do previsto para cadastro reserva, já que essas vagas não são garantidas. Com a diminuição atual do número de convocações, é remota a chance de pedir fim de fila e ainda ser convocado outra vez.

Então estude, planeje, analise suas possibilidades e o tempo de que você dispõe, depois decida se a hora de prestar aquele concurso já é agora. E lembre-se: caso você consiga uma aprovação e falte tempo para os trâmites de posse, você já tem uma boa carga de conhecimento e não vai ser difícil passar em um futuro certame.


Fonte: Ache Concursos

Tag's: Rondoniaovivo, concursos, brasil, superior, diploma

GOSTOU DA MATÉRIA, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS E FAMILIARES:

69 99353-3037




PUBLICIDADE





Polícia | 14:48
Caçador desaparecido é resgatado pelo NOA no Rio Madeira

Brasil | 11:54
Palco de Luan Santana desaba e deixa feridos em rodeio de Catanduva

Polícia | 08:51
TRAIÇÃO - Mulher flagra marido beijando amante e acaba presa

Polícia | 08:12
Criminosos invadem agência bancária na capital

Polícia | 02:14
NA CAPITAL – Casal é mantido refém dentro de porta mala em tiroteio com a PM

Brasil | 22/04/2017 | 22:32
Mega Sena acumula mais uma vez e pode pagar R$ 97 milhões

Polícia | 22/04/2017 | 22:30
PAULADA – Marido ataca esposa por causa de cachaça

Esportes | 22/04/2017 | 22:18
Palmeiras vence, mas Ponte vai à final do Paulistão

Polícia | 22/04/2017 | 22:17
BRINQUEDO DE MATAR – Menores são pegos com arma de pressão adaptada para 22

Polícia | 22/04/2017 | 21:59
FOGO - Curto circuito provoca incêndio no centro comercial de Guayaramerin

Polícia | 22/04/2017 | 21:26
MARIA DA PENHA – Homem tenta matar ex e amigo na capital

Polícia | 22/04/2017 | 17:26
Peixes apreendidos são doados para entidades filantrópicas

Polícia | 22/04/2017 | 16:54
Adolescente desaparecido no Rio Madeira é identificado

Brasil | 22/04/2017 | 16:12
Baleia Azul: 101 casos serão investigados a partir de segunda

Polícia | 22/04/2017 | 16:00
Violenta colisão entre motos deixa três pessoas seriamente feridas

Brasil | 22/04/2017 | 16:09
Transexual é assassinada em Belford Roxo, no Rio

Polícia | 22/04/2017 | 15:24
TRANSPORTE ILEGAL - Trio é preso com quase 400 quilos de peixes

Polícia | 22/04/2017 | 13:03
Barco com cinco pessoas afunda no Rio Madeira

Polícia | 22/04/2017 | 12:48
Técnico de refrigeração fica ferido em acidente de trânsito

Polícia | 22/04/2017 | 11:49
Nove são mortos em assentamento no Mato Grosso sendo alguns de Rondônia

Polícia | 22/04/2017 | 11:10
LOBO MAU - Jovens são presos após matar os 'três porquinhos', em Ji-Paraná

Política | 22/04/2017 | 11:01
Russia bane Testemunhas de Jeová do país

Polícia | 22/04/2017 | 10:44
PORTÃO ABERTO - Apenados fogem de presídio na capital