Cemetron orienta sobre os sintomas e tratamento da Tuberculose - Rondoniaovivo.com - NOVO TELEFONE: (69) 3229-8673 Cemetron orienta sobre os sintomas e tratamento da Tuberculose

Anterior

Nova célula do aterro sanitário deve entrar em funcionamento

04/09/2013

Anterior

Próxima

Reestruturação Administrativa prevê a valorização do servido

04/09/2013

Próxima

Rondônia ,

Cemetron orienta sobre os sintomas e tratamento da Tuberculose

Quarta-Feira, 04 de Setembro de 2013 / 11:52

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa transmitida pela mico bactéria (bacilo) tuberculosis e apresenta um grande número de casos. Nos primeiros oito meses deste ano, o Cemetron registrou 550 consultas ambulatoriais no pronto atendimento e 111 internações hospitalares na ala de isolamento, afirma o médico infectologista Sérgio Basano, diretor executivo do Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron).
O médico alerta que a pessoa apresentando tosse por três semanas consecutivas, pode ser tuberculose pulmonar e deve o quanto antes procurar orientação médica nas unidades básicas de saúde como Policlínicas, Postos de Saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). "O profissional médico, ao avaliar o paciente, poderá solicitar exames como raios-X dos pulmões, escarro entre outros. Caso o diagnóstico for positivo, o paciente começa o tratamento de imediato, que é feito à base de antibióticos, disponíveis no Sistema Único de Saúde, somente com prescrição médica", diz Basano.
Sérgio Basano orienta os Usuários do Sistema Único de Saúde a não fazerem uso de medicamentos sem receituário médico, chás caseiros e outros, podem interferir no diagnóstico da doença e seu estágio, como também, pode ser prejudicial a saúde. 
A diretora geral do Cemetron, médica infectologista Stella Zimmerli, informa que os pacientes portadores da doença em estado mais avançado podem transmitir a tuberculose para outras pessoas através da tosse, nesses casos a internação é realizada no Cemetron, através de encaminhamento médico, que conta com ala de isolamento com 12 leitos privativos com banheiros. Os pacientes internados recebem tratamento a base de antibióticos específicos, fisioterapia respiratória, alimentação através do programa dietético nutricional, repouso, entre outros, por profissionais especializados, treinados e capacitados.
A diretora fala que para mais rapidez na cura da doença, os pacientes devem estar conscientes dos horários de tomar os medicamentos e a duração do tratamento que é no mínimo seis meses, caso contrário, a doença poderá voltar e o bacilo cria resistência aos antibióticos o que pode agravar e muito o quadro clínico. "O sucesso do tratamento e a consequente cura da doença depende e muito dos cuidados na administração dos medicamentos conforme receituário com acompanhamento médico", enfatiza Stella.
O Secretário da Sesau, Williames Pimentel, destaca que o Cemetron é um hospital de referência no tratamento de doenças tropicais, infecciosas e infectocontagiosas, que atende os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de todo o Estado de Rondônia, estados vizinhos e até a Bolívia, pontuou.

Fonte: DECOM

0 Comentários Comentar Notícia

Últimas Notícias

Veja Mais

Publicidades