MOTOTAXI - Semtran começa a instalar os motocímetros de Porto Velho - Rondoniaovivo.com - NOVO TELEFONE: (69) 3229-8673 Semtran começa a instalar os motocímetros de Porto Velho

Anterior

02/08/2011

Anterior

Próxima

02/08/2011

Próxima

Rondônia ,

MOTOTAXI - Semtran começa a instalar os motocímetros de Porto Velho

Terça-Feira, 02 de Agosto de 2011 / 14:40

A instalação dos motocímetros nas 574 motos que prestam o serviço de mototáxi em Porto Velho começou a ser feita nesta terça-feira, na sede da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (Semtran). Num primeiro momento, o equipamento foi implantado em apenas 10 veículos, para um período de testes de 10 dias. Caso o material seja aprovado, a instalação nas demais motos será feita em até 45 dias.
Conforme o secretário Itamar Ferreira, os testes vão verificar se os equipamentos suportarão as chuvas e a trepidação das motos durante o trabalho. No ano passado, na primeira tentativa de se implantar o sistema, houve problemas com os motocímetros, que não resistiram ao uso contínuo.
A novidade também deve atrair mais passageiros, já que permite uma tarifa justa e sem cobrança abusiva, como explicou o presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Porto Velho (Sindimoto), João Henrique Miranda. Segundo ele, cerca de 800 profissionais trabalham nesse ramo hoje na Capital, entre titulares e auxiliares.
Em cada corrida, será cobrada a tarifa iniciam de R$ 3,00, mais R$ 0,50 por quilômetro rodado. No caso da chamada bandeira 2, utilizada no percurso noturno, o quilômetro passa para R$ 0,69, com a mesma arrancada de R$ 3,00. Os mototaxistas também terão que apresentar uma tabela para conferência do cliente. Durante os 10 dias de testes, todas as motos que estão rodando com os novos aparelhos terão que passar por uma checagem no final da tarde na sede da Semtran.
Itamar lembrou que o sistema será totalmente gerenciado pela Semtran, que vai fiscalizar o uso do equipamento obrigatório, a padronização do uniforme e as licenças emitidas anualmente aos pilotos, que terão que providenciar seguro de vida e tocas para uso dos passageiros. Para sugestões, elogios e reclamações, a Semtran mantém o telefone 0800 6475100. A ligação é gratuita.
O secretário lembrou que a aplicação do novo sistema só foi possível após a aprovação da ideia na Câmara de Vereadores, que prestou dessa forma o suporte necessário ao projeto. Cada motocímetro instalado terá um lacre de garantia, que não pode ser violado. Os equipamentos, adquiridos pelo Sindicato junto a uma empresa de São Paulo, foram aprovados pelo Inmetro, que conferiu a aferição de cada um. A instalação dos primeiros motocímetros ocorreu no pátio da Semtran, e foi acompanhada também pelo líder do Governo Municipal na Câmara, vereador José Claudio Carvalho, e também pelo coordenador municipal do transporte, Rogério Viana.

Fonte: ASSESSORIA

2 Comentários Comentar Notícia

  • Centurião zacsões02/08/2011 - ouro preto

    isso e um roubo ao comsumidor....!ja querem fazer um teste roubando o comsumidor..quem foi esse inteligente q deu esses valores...vai sai mas caro q a corrida de taxi..e onibus no final...! eu vou pegar onibus mesmo...ou taxi..alem de ser um transporte a riscado...aonde 80% dos acidentes em porto velho envolve motos..ainda vem cobrar esses valores....!vao pra mer.............................! nao tenho nada contra os moto taxista e conheço o trabalho deles mas ta muito caro isso..! eu dependo muito de moto taxi...mas ja nao vou perga mas...!vou voltar pega onibus..!

  • Hoffmannn02/08/2011 - Porto Velho

    Absurdo! Engraçado, pois quando queriam implantar o serviço de moto táxi uma das primeiras alegações por parte dos motostaxistas foi "preço fixo", e eu pergunto: Onde ficou o preço fixo?

Últimas Notícias

Veja Mais

Publicidades