OPERAÇÃO POKEMÓN – Estelionatários davam golpe no Espírito Santo e vendiam carros em Rondônia - Rondoniaovivo.com - NOVO TELEFONE: (69) 3229-8673 OPERAÇÃO POKEMÓN - Quadrilha é presa acusada de vender carros “Finan”

Anterior

28/09/2011

Anterior

Próxima

28/09/2011

Próxima

Rondônia ,

OPERAÇÃO POKEMÓN – Estelionatários davam golpe no Espírito Santo e vendiam carros em Rondônia

Quarta-Feira, 28 de Setembro de 2011 / 10:48

Mais de dez pessoas são suspeitas de aplicarem um golpe de R$ 2 milhões em Nova Venécia, no Noroeste do Espírito Santo. Segundo a polícia, a quadrilha se apropriava de documentos de pessoas humildes da região, comprava veículos novos com os dados das vítimas e, em seguida, revendiam cada carro por R$5 mil no estado de Rondônia. A Operação Pokemon foi realizada pelas Polícia Civil e Militar e os envolvidos foram detidos nesta manhã.
De acordo com o Delegado Vítor Manuel Torres, os golpes eram aplicados há mais de um ano. As investigações começaram após uma denúncia anônima.
"A quadrilha fazia de tudo para conseguir documentos de moradores do município. As promessas eram muitas, como por exemplo: oferecimento de cestas básicas, propostas de emprego, ajuda de R$ 100 depois fugiam com os documentos de pessoas inocentes", contou titular da Delegacia de Nova Venécia.
Segundo o delegado os envolvidos serão enquadrados nos crimes de estelionato, apropriação indevida de documentos públicos e privados e podem pegar mais de seis anos por cada crime. A Operação Pokemom começou às 5h desta quarta-feira (28) e vai se estender ao longo da semana.
 "Os policias daqui não tem condições de prosseguir sozinhos com as diligências. Já pedimos reforço da Chefatura de Polícia de Vitória que nos ajudarão com a ação. Só hoje mais de dez veículos foram apreendidos e temos certeza que esse número ainda é pequeno visto o número de pessoas envolvidas", disse delegado.

Fonte: G1

5 Comentários Comentar Notícia

  • É uma vergonha29/09/2011 - Porto Velho

    Tem muitos FINANs na cidade, procurem que vão achar.

  • oobservador29/09/2011 - porto velho - ro

    e o nomes dos pilantras são protegidos por que?

  • SERGIO KINTSCHNER28/09/2011 - PORTO VELHO - RONDÔNIA

    CONSTA DE UM CIDADÃO, EM PORTO VELHO, FUNCIONÁRIO PÚBLICO A MAIS DE 20 ANOS, QUE NECESSITOU DE CERTO VALOR JUNTO A AGÊNCIA EM QUE POSSUI CONTA A LONGA DATA.FOI NEGADO O VALOR, NO MESMO DIA O CIDADÃO PERDEU OS DOCUMENTOS E OS MALANDROS FORAM, A MESMA AGÊNCIA, ABRIRAM "NOVA CONTA" E LEVANTARAM 5 VEZES O VALOR QUE O MESMO HAVIA PEDIDO.NÃO TENDO SALDO NA "NOVA CONTA" DEBITARAM NA ANTIGA.AGORA EU PERGUNTO QUAL OS CRITÉRIOS USADOS PELOS BANCOS PARA FINANCIAR VEÍCULOS?

  • MÁUREO RODRIGUES OLIVEIRA28/09/2011 - Porto velho

    A Individualidade das nossas policias fazem com que esse tipo de operação não seja concretizada, pois, aqui em nossa cidade com certeza esta cheio de veiculos desta natureza comprados a preços baixos e revendidos a população como se esses veículos estivessem todos legalizados junto aos orgãos competentes, aqui fica um alerta para toda a população de porto velho a vilhena, antes de compra qualquer que seja o veiculo procure saber a procedência do mesmo, pesquise veja realmente se este veículo esta de acordo em todos os sentidos, pois, você pode esta chogando dinheiro fora

  • PRISCILA BARBOSA DO NASCIMENTO28/09/2011 - PVH/RO

    A POLICIA TEM QUE SE UNIR CONTRA ESSES BANDIDOS E MANDA PARA CADEIA

Últimas Notícias

Veja Mais

Publicidades