RIO MADEIRA - Enchentes já causaram prejuízos de R$ 360 milhões - FOTOS - Rondoniaovivo.com - NOVO TELEFONE: (69) 3229-8673 RIO MADEIRA - Enchentes já causaram prejuízos de R$ 360 milhões

Anterior

Presídio libera churrasco e presos são flagrados com celular

20/02/2014

Anterior

Próxima

JARU - Falta de combustível dispara os preços da gasolina

20/02/2014

Próxima
Página Inicial
Rondônia ,
Twitter Rondoniaovivo.com YouTube Rondoniaovivo.com Facebook Rondoniaovivo.com Rss Rondoniaovivo.com

RIO MADEIRA - Enchentes já causaram prejuízos de R$ 360 milhões - FOTOS

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2014 / 09:58 - Atualizado em Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 14 / 10:55

De acordo com o secretário municipal de Planejamento, Jorge Elarrat, os prejuízos das enchentes estão estimados em R$ 360 milhões, e estão sendo buscados recursos para retirar as famílias das áreas de risco no bairro Triângulo e Nacional. O número de desabrigados, de acordo com a Defesa Civil Estadual, ultrapassa mais de 1.167 famílias.

A proposta de um termo de compromisso socioambiental que deverá ser assinado pelas Usinas Hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau com o objetivo de oferecer assistência às áreas atingidas pelas cheias do rio Madeira, foi o principal ponto de discussão de reunião realizada na manhã desta quarta-feira, dia 19 de fevereiro, na sede do Ministério Público do Estado de Rondônia.

A reunião foi coordenada pelo Promotor de Justiça do Urbanismo, Átilla Augusto da Silva Sales, e pelos Procuradores da República Raphael Luiz Pereira Bevilaqua e Gisele Dias de Oliveira Bleggi Cunha, com a participação do prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif, secretários municipais e estaduais e representantes dos empreendimentos hidrelétricos.

Durante a reunião, foi pedido um posicionamento formal das usinas quanto ao eventual risco de rompimento das barragens. Os representantes da Energia Sustentável do Brasil (ESBR) garantiram que a situação está sob controle e que não há risco de rompimento das barragens, pois o empreendimento suporta quase o dobro da vazão atual do rio Madeira, que em 2014 é de 51.170 metros cúbicos, superando todos os registros históricos.

Uma nova reunião foi marcada para terça-feira, dia 25 de fevereiro, para tratar da assinatura do termo de compromisso socioambiental. Os representantes dos empreendimentos hidrelétricos foram convidados também a participar nesta quinta-feira, dia 20 de fevereiro, às 14 horas, na sede da Secretaria Municipal de Planejamento, de uma reunião para discutir especificamente os impactos das enchentes no distrito de Jaci Paraná.

Confira as fotos

Fonte: Painel Político

2 Comentários Comentar Notícia

  • Lumara Soares20/02/2014 - Porto-Velho/RO

    Quando era para construir as usinas tinha um monte de gente falando um tal de USINAS JÁ. Muito antes de ter usinas já tinha enchentes e todos já sabiam do risco que era morra na beira do rio. Então veio as usinas muita gente foi indenizado, outros ganharam uma casinha, outros uns pedacinhos de terra. Muita gente faturou com seus comercio devindo um maior fluxo de pessoas no estado . Teve uma tal de compensações sociais em que a usina pagava pro estado algo ou serviço e ainda por cima tinha alguém que super faturava o serviço fazendo com que a usina pagasse mais caro. Só sei que e um Rolo doido. Muita gente faturando nas costas dos pobres ribeirinhos . E agora a culpa e das Usinas?. Ser não tivesse as usinas a culpa seria de quem?. Do governo e da prefeitura por que o minimo que um ser humano tem que ter na vida e uma moradia digna, saneamento básico, saúde, educação e segurança. Tudo isso quem tem que oferece a população e o estado e o município mas, não temos nem o básico vocês estão vendo ai a cidade caindo os pedaços ruas com buracos em cima buracos, muitas denuncias contra o governado e corrupção em cima de corrupção e agora querem colocar a culpa nas Usinas.?

  • suelen20/02/2014 - porto velho ro

    Gostaria de saber pra onde foi esse dinheiro, pois muitos moradores tiveram que pagar para a retirada dos seus objetos, pois não tinha caminhoes suficientes para a retirada das familias, eles estavam socorendo todos os bairros afetados ao mesmo tempo com somente 4 caminhoes.

Últimas Notícias

Veja Mais

Publicidades