69 99981-5823 | 69 3229-8673

Logo Rondoniaovivo - Notícias, Classificados e Banco de Empregos de Rondônia

Domingo, 17 de Dezembro de 2017


Sexta-Feira, 27 de Abril de 2012 às 17:58

69 99353-3037 COMUNICAR ERRO

Usina Jirau, fundação GDF SUEZ e INMED BRASIL investigam saúde dos estudantes na área rural

 

Doenças como a verminose e a anemia infantil, devido à má alimentação e higiene inadequada, prejudicam o rendimento escolar e podem causar doenças graves, como a cegueira, caso não sejam tratadas na infância. O alerta vem da biomédica Camila Moratore da Organização Não Governamental International Medical Services for Health – a ONG Inmed Brasil, que esteve em Porto Velho esta semana realizando uma bateria de exames de saúde em alunos das escolas rurais de Porto Velho.

A atividade faz parte de uma parceria entre a Fundação GDF SUEZ e a Inmed Brasil, com o apoio da Energia Sustentável do Brasil (ESBR) e das Secretarias de Educação (Semed) e de Saúde (Semusa) do Município de Porto Velho. O objetivo é levar o Programa “Crianças Saudáveis, Futuro Saudável” a escolas dos distritos Jaci-Paraná, Nova Mutum Paraná, Abunã e Fortaleza do Abunã, além das escolas das áreas rurais, localizadas na área de abrangência da Usina Hidrelétrica Jirau.
O programa, que tem como principal propósito melhorar a qualidade de vida das crianças e de suas famílias, já tratou e educou 1,5 milhão de estudantes e capacitou 30 mil professores, merendeiras da rede pública de ensino e agentes comunitários de saúde, nos 15 estados brasileiros em que está presente. O programa, que tem como foco estudantes do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, atua na redução de doenças como anemia e verminose - que atrasam o desenvolvimento das crianças - e na conscientização da população sobre a importância da higiene pessoal.
Em Rondônia, através da parceria entre a Usina Jirau, a Inmed Brasil e a Fundação GDF SUEZ, cerca de dois mil alunos de 10 escolas, estão sendo beneficiados pelas ações do programa, melhorando seu estado de saúde e transformando-se em agentes de mudança nas suas comunidades.
Segundo a Gestora de Desenvolvimento Sustentável da GDF Suez, Maria Cristina Ribeiro, o programa, que tem duração de um ano, deverá ser prorrogado por mais três. “Primeiro estamos fazendo um inventário de todas as crianças e exames médicos e laboratoriais. Depois, com base nesses dados, serão desenvolvidas ações de combate às doenças e melhoria das condições alimentares e sanitárias”, informa Cristina.
De acordo com a coordenadora do programa através da Semed, Lindalva Gonçalves de Oliveira, a proposta do programa vem ao encontro das necessidades do Município. “Nós
temos mais de 100 escolas na área rural e o acesso dessas comunidades à saúde é complicado devido às longas distâncias. Então, esse acompanhamento que está sendo feito com as crianças é muito importante e nós vamos fazer o possível para ajudar”, frisa a coordenadora.
Para o Gerente de Socioeconomia da ESBR, Luiz Antônio Silva, “a ação se soma a diversas outras nas áreas da saúde e educação que estão em andamento em Porto Velho através de parcerias firmadas pela Usina Jirau”.
Rotina do programa
A exemplo do que foi feito nesta semana, técnicos visitam as escolas periodicamente para medir e pesar os alunos, acompanhando seu desenvolvimento. Também são realizados exames de saúde para detectar o índice de parasitose e anemia (exames de fezes e sangue), sendo que as crianças doentes recebem tratamento.
Ainda com o objetivo de incorporar bons hábitos de higiene, as crianças recebem orientação sobre a importância da escovação dos dentes diariamente e kits com escovas infantis e creme dental. Além disso, são desenvolvidos treinamentos para Agentes Comunitários de Saúde e membros das comunidades, pais, professores e merendeiras, todos são envolvidos em atividades educativas e preventivas.
 A merendeira Maria de Socorro Braz Martins, responsável pelo preparo das refeições na Escola Marechal Rondon, em Abunã, conta que dobrou o cuidado no trabalho depois das orientações que recebeu. “O zelo que eu tenho com essas crianças é o mesmo que tenho com os meus filhos. Eu me sinto muito bem em saber que a comida que eu preparo faz com que eles aprendam melhor e sejam mais saudáveis”, afirma Maria.
Beatriz dos Santos Melo, mãe de Paulo Lucas e Mauro Kaique, ambos estudantes da Escola Marechal Rondon, diz que os filhos ficaram mais atentos à higiene pessoal a partir do momento em que passaram a discutir sobre o assunto na escola. “Quando é na escola, eles prestam mais atenção do que quando a gente ensina e fica chamando a atenção em casa. Eu estou muito feliz em saber que estão cuidando da saúde deles na escola, fazendo exames, uma coisa que a gente nunca teve antes”, conta a mãe.

As dez Escolas Municipais de Ensino Fundamental participantes são: Cora Coralina (Jaci Paraná), Joaquim Vicente Rondon (Jaci), Boa Esperança (PA São Francisco), Valdeci Teixeira Lima (Ramal 31 de Março), Olímpia Salvatore (Embaúba), Nossa Senhora de Nazaré (Nova Mutum Paraná), Marechal Rondon (Abunã), Taquara (Assentamento Taquara), Santa Júlia (Vila da Penha) e Barão do Rio Branco (Fortaleza do Abunã).

 


Fonte: Assessoria

Tag's: Rondoniaovivo,

GOSTOU DA MATÉRIA, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS E FAMILIARES:

69 99353-3037




PUBLICIDADE




Polícia | 18:31
Prefeito de Colniza foi morto a mando de empresário que não recebeu dívida

Polícia | 13:38
TRÁGICO: Sargento da PM morre esmagado por carreta na BR-364

Polícia | 13:05
VIOLÊNCIA: Homem é morto a facada durante briga

Polícia | 12:39
BÁRBARO: Corpo carbonizado é encontrado por populares

Polícia | 10:42
VASSOURADA: Grávida expulsa marido que amanheceu o dia em festa e acaba agredida

Polícia | 10:05
COVARDIA: Idoso nega dinheiro para neto comprar droga e é agredido a pedrada

Polícia | 09:25
BR-364: PRF prende jovem em ônibus levando cocaína de Porto Velho para São Paulo

Polícia | 08:55
Presos, assassinos confessam que receberam R$ 60 mil para executar prefeito de Colniza

Polícia | 08:44
MADRUGADA: Lei seca prende médico, advogado, arquiteto e mais 14 pessoas

Polícia | 07:55
SINISTRO: Incêndio de grandes proporções destrói parte do Centro de Correição da PM

Polícia | 07:38
NO PESCOÇO: Jovem é atacado com golpe de gargalo de garrafa após estourar bomba em cliente de bar

Polícia | 07:21
PAULADAS: Homem é chamado para beber em bar e acaba agredido na cabeça por trio

Polícia | 07:03
TERCEIRA VEZ: Morador de rua é atacado a facadas próximo a posto de combustível

Rondônia | 16/12/2017 | 11:17
Na inauguração da Unisp em Jaru, Maurão destaca investimentos na segurança

Brasil | 16/12/2017 | 11:03
OS BILIONÁRIOS: Do luxo à decadência

Brasil | 16/12/2017 | 10:50
PIB: As 30 cidades mais ricas do Brasil

Brasil | 16/12/2017 | 10:48
Partidos vão dar prioridade à reeleição na divisão de fundo

Rondônia | 16/12/2017 | 10:36
Inauguração da nova sede da Ribeiro Imobiliária

Política | 16/12/2017 | 10:38
Porto Velho pode perder R$ 500 mil por ingerência, alerta deputado Anderson

Polícia | 16/12/2017 | 10:28
Força tarefa caça assassinos de prefeito em MT

Rondônia | 16/12/2017 | 10:28
Bombeiros alerta sobre fogos de artifícios e espetáculos pirotécnicos

Rondônia | 16/12/2017 | 11:09
CANDEIAS: A competição de ciclistas MTB será realizada neste domingo, 17

Rondônia | 16/12/2017 | 10:14
Sansão Saldanha é eleito presidente do TRE