close
logorovivo2

Obra inacabada no bairro da zona Norte de Porto Velho bloqueia acesso de moradores - Fotos

Obra inacabada no bairro da zona Norte de Porto Velho bloqueia acesso de moradores - Fotos

DA REDAÇÃO

10 de Dezembro de 2008 às 17:23

Obra inacabada no bairro da zona Norte de Porto Velho bloqueia acesso de moradores - Fotos

FOTO: (Divulgação)

 Moradores do bairro Flodoaldo Pontes Pinto, zona Norte de Porto Velho, estão indignados com uma obra de drenagem na rua Padre Messias, que fica entre as avenidas José Vieira Caúla e Pinheiro Machado, pois uma empresa contratada pela Prefeitura de Porto Velho para executar o serviço, Rondomar, abandonou a obra desde a última sexta-feira (05).
 
Moradores do local entraram em contato com a reportagem denunciando o que eles chamaram de “lambança”, pois as manilhas e montanhas de barros que foram extraídos da rua Padre Messias estão amontoadas nas garagens das casas impedindo a entrada e saída dos veículos, dificultando inclusive o acesso dos moradores.
 
Impedidos de entrar em suas garagens, os veículos estão sendo estacionados no posto de gasolina da avenida José Vieira Caúla. Alguns moradores disseram à reportagem do Rondoniaovivo.com que ficam preocupados em deixar os seus carros no estacionamento do posto, pois a área é considerada muito hostil e caso haja uma ocorrência na área ou seja feito o policiamento ostensivo na rua é impossível trafegar com tanto buraco, lama e o barro extraído da rua Padre Messias espalhado pela via como entulho.
 
 
TRAFEGABILIDADE RUIM
 
A trafegabilidade na rua é péssima e alguns moradores, em contato com a reportagem, já questionaram os responsáveis pela SEMOB (Secretaria Municipal de Obras) sobre a situação de miséria que encontra o local.
 
Carolina Passos, uma das atingidas pela “lambança”, disse para reportagem que está decepcionada com o descaso da administração municipal.
 
“Pensávamos que o problema seria sanado ainda na segunda-feira (08), mas, nada foi resolvido, daí então liguei na terça-feira (09) para a Semob, e um dos secretários me atendeu, mas foi desagradável comigo, muito rude e não me deu posição nenhuma”, disse Carolina indignada.
 
Segundo a moradora, uma pessoa da Secretaria disse que a responsabilidade pela obra parada é da empresa contratada, no caso, a Rondomar.
 
Os moradores estão aflitos com a “lambança” por que uma outra rua, adjacente das avenidas José Vieira Caúla e Pinheiro Machado, passou três meses para que fosse reconstruída.
 
A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Porto Velho no início da tarde dessa quarta-feira, mas ninguém atendeu a chamada telefônica para prestar mais esclarecimentos da obra inacabada.
 
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS