close
logorovivo2

Dupla de bandidos de alta periculosidade é presa na zona Leste da cidade

Dupla de bandidos de alta periculosidade e presa pelo GIC

DA REDAÇÃO

12 de Janeiro de 2010 às 09:44

Dupla de bandidos de alta periculosidade é presa na zona Leste da cidade

FOTO: (Divulgação)

Agentes do GIC (Grupo de Investigações e Capturas) prenderam na Última segunda-feira (11) por volta das 17h00 na Avenida Mamoré, bairro Igarapé zona Leste da capital, José Welington Ramos Santos(27) e Renato Ferreira Cruz (31),Os mesmos, que são foragidos do sistema penitenciário estadual, são acusados de homicídios, roubos e assaltos onde se somados podem chegar a cerca de 30 anos de cadeia.

De acordo com informaçoes colhidas junto ao boletim de ocorrência n° 277/2010,os agentes que efetuaram as prisões, realizavam diligências pelo bairro citado no intuíto de colher informações de que o acusado Renato estaria se escondendo da polícia pois o mesmo tém em aberto dois mandados de prisao. Ao ser localizado e preso,o condenado disse que foi condenado a uma pena de cinco anos,dos quais segundo ele, faltam apenas 1 ano e 2 meses para quitar sua divida com a Justiça. 

Com uma pena de 20 anos de reclusão a serem cumpridos,o segundo capturado Welington Ramos,estava foragido do sistema penitenciário há oito meses. De acordo com os agentes,ele é bastante conhecido do meio policial, tendo em vista que esta mesma equipe o teria prendido em 2001 em uma situação de roubo onde ele e um comparsa de nome Eduardo trocaram tiros com a polícia, sendo que este foi atingido e morreu no local após terem roubado e uma residência onde torturaram a família e colocaram por diversas vezes uma arma na cabeça de uma criança de cinco anos para amedrontar os parentes.

Diante da situação os conduzidos foram levados até a Central de Polícia,onde os mandados foram confirmados via POLINTER  e em seguida encaminhados ao sistema prisional da cidade para cumprir os restantes das penas.

*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS