close
logorovivo2

Ação rápida da PM manda assaltantes de motos para cadeia e apreende arma de fogo

Vaca se dá mal quando tentava pular muro da casa de um PM

DA REDAÇÃO

1 de Março de 2010 às 11:35

Ação rápida da PM manda assaltantes de motos para cadeia e apreende arma de fogo

FOTO: (Divulgação)

A rapidez de duas guarnições de serviço, lotadas no 6º Batalhão de Polícia Militar em Guajará-Mirim, evitou que um policial militar fosse vítima dos assaltantes de motos que agem na extensa faixa de fronteira Brasil Bolívia. O crime só não foi consumado devido o PM que presta relevantes serviços ao município ter observado dois bolivianos em atitude suspeita em frente ao portão de sua casa.
or volta das 21h30min da noite de sábado, 27, na Avenida Leopoldo de Matos no bairro Tamandaré, quando o militar chegava em casa em seu carro e percebeu a presença das duas pessoas estranhas no portão da residência. Diante da iminência do roubo, o policial junto com a esposa e o filho, por segurança decidiu seguir em frente. Ele só parou o veículo próximo ao quartel da Polícia Ambiental que fica nas proximidades e de lá pediu apoio da Central de Operações do 6º BPM.
As viaturas CP 209 e 210, compostas pelos Cabos PM Jaime e Moraes, PM Meira e Ediberto, foram para o local e na abordagem aos suspeitos foi encontrado sob posse de Davi Quinevo Justiniano, 22 anos, um revólver cal. 32 de nº 619269 com cinco munições intactas. Davi quando estava sendo revistado reagiu empreendendo fuga e ao tentar pular um muro perto do local, acabou escorregando e foi capturado. O outro boliviano detido e identificado foi Leonardo Vaca Ramalho, 18.
 
Na delegacia
 
Durante interrogatório na Delegacia de Polícia, Leonardo falou que receberia 500 bolivianos só para acompanhar Quinevo no ato criminoso. Também relatou que Justiniano ganharia 100 dólares, para praticar o roubo e entregar a moto na margem do Rio Mamoré no Triângulo a um meliante conhecido por "Cheri". Ainda comentou que o suposto "Cheri" já cruzou à Bolívia cerca de 10 motocicletas, inclusive a do moto taxista assassinado no dia, 17/2.
Segundo ele o tal "Cheri" na companhia de outro homem de apelido "alicate", que conseguiram escapar, estava numa canoa tipo rabeta em meio ao rio esperando um sinal para encostar, no lado brasileiro, e então embarcarem alguma moto que tomariam de assalto.
 
Arma
 
Além da arma de fogo, com eles os PMs apreenderam sete chaves; sendo duas de marca "Klaus", três de motos, duas "mixas", um aparelho celular C139 e um cadeado, depois descobriu-se que os elementos o arrancaram do portão.
 
De acordo com informações, no interior do imóvel tinha uma moto BIZ bem material da família do PM. Infelizmente no lado boliviano existem vários brasileiros foragidos de nossa justiça que se juntam com bolivianos de má índole e acabam cruzando para cá por portos clandestinos para cometerem crimes, só que dessa vez logramos êxito em prender dois deles, que vão agora sofrer as penalidades da lei brasileira. Ainda tiramos de circulação a arma usada por eles, exclamou Major PM Marconatto comandante do Batalhão Mamoré.
            Os dois acusados foram flagranteados, pelo delegado Loubivar Castro, por tentativa de furto e porte ilegal de arma de fogo. Enquanto espera-se a posição do judiciário, eles estão recolhidos ao presídio masculino da cidade.Fonte e fotos do PM Almeida/6º BPM.
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS