close
logorovivo2

Ladrão invade loja pelo telhado, foge com objetos furtados, mas esquece celular no local do crime

Ladrão invade loja pelo telhado, foge com objetos furtados, mas esquece celular no local do crime

DA REDAÇÃO

20 de Outubro de 2012 às 10:24

Ladrão invade loja pelo telhado, foge com objetos furtados, mas esquece celular no local do crime

FOTO: (Divulgação)

Conforme foi relatado pela guarnição comandada pelo Sgt. Alcântara e composta pelos soldados PMs Leônidas e Alves esteve no local dos fatos na Rua Blumenau, Bairro Marcos Freire, por vota das 5h desta sexta-feira, 19, em atendimento ao chamando do Centro de Integrado de Operações Policiais (CIOP), o acusado foi identificado como um adolescente que mora na região.
Consta no relato dos policiais que a vítima, um comerciante local já havia sido alvo de vários outros furtos em sua loja e por conta disso passou a dormir no comércio na tentativa de identificar o autor dos crimes e na última sexta-feira, foi acordado por um barulho que vinha do telhado de seu estabelecimento, foi quando observou um suspeito saindo de sua loja com vários objetos e que conseguiu fugir por um terreno que fica aos fundos do local.
O comerciante informou que ainda chegou a perseguir o suspeito, mas não conseguiu alcançá-lo. Ao retornar a sua loja notou que o elemento deixou no lugar um celular de marca Nokia de cores preto e prata. Utilizando um dos números da agenda do celular conseguiu falar com uma mulher que se identificou como mãe do proprietário do telefone e identificou o mesmo. Logo o comerciante fez associação dos fatos e descobriu que o suspeito era seu funcionário.
Através de outra pessoa consultada a vitima descobriu que parte do material que lhe fora furtado encontrava-se na casa de outro envolvido e entrou em contato com a polícia através do telefone 190. Na casa em que estariam os produtos da ação criminosa o segundo envolvido logo confessou e entregou parte do material que estava em seu poder e delatou o menor que seria o mentor das ações criminosas.
Na casa do adolescente o mesmo levou os policiais a um terreno baldio onde estava o restante da mercadoria, porém uma grande parte já havia sido revendido. Conforme foi apurado o material que foi revendido pelos acusados totalizava cerca de R$ 4 mil. O menor e os objetos foram apreendidos e entregues à Central de Polícia onde foi lavrada a ocorrência e foram tomadas as medidas cabíveis ao caso.
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS