close
logorovivo2

URGENTE: Quadrilha armada é presa após barbarizar família durante roubo a residência

Ocorreu na capital de Rondônia

RONDONIAOVIVO

19 de Julho de 2018 às 20:38

URGENTE: Quadrilha armada é presa após barbarizar família durante roubo a residência

FOTO: (Richard Nunes /Rondoniaovivo)

A Polícia Militar agiu com rapidez e prendeu quatro suspeitos acusados de barbarizarem uma família durante roubo a residência na noite desta quinta-feira (19) na Rua Prece, bairro São Francisco, na zona Leste de Porto Velho. Duas armas de fogo foram apreendidas e os objetos das vítimas recuperados.

 

Segundo a PM, a quadrilha amarrou, amordaçou e agrediu a família durante o roubo. Uma das vítimas era um bebê de quatro meses. A todo momento, os suspeitos afirmavam que iam atirar nas vítimas.

 

Em seguida, o bando fugiu em bicicletas, mas foi interceptado pela polícia em uma residência na Rua Pedro Cabral com Popular, mesma região.

 

O bando foi conduzido para a Central de Flagrantes e ficou à disposição da Justiça. Eles foram identificados como Gabriel M. S., 18, Denisson S. C., 24, Matias A. R., 21, e Carlos Germano R. S., 18. Duas armas de fabricação caseira foram apreendidas.

URGENTE: Quadrilha armada é presa após barbarizar família durante roubo a residência
URGENTE: Quadrilha armada é presa após barbarizar família durante roubo a residência
URGENTE: Quadrilha armada é presa após barbarizar família durante roubo a residência
URGENTE: Quadrilha armada é presa após barbarizar família durante roubo a residência
URGENTE: Quadrilha armada é presa após barbarizar família durante roubo a residência
URGENTE: Quadrilha armada é presa após barbarizar família durante roubo a residência
URGENTE: Quadrilha armada é presa após barbarizar família durante roubo a residência
URGENTE: Quadrilha armada é presa após barbarizar família durante roubo a residência
URGENTE: Quadrilha armada é presa após barbarizar família durante roubo a residência
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS