close
logorovivo2

CASO CAÇULA - Membro do PDT afirma que não tem nada a ver com ato de estupro de vereador da sigla trabalhista

CASO CAÇULA - Membro do PDT afirma que não tem nada haver com ato de estupro de vereador da sigla

DA REDAÇÃO

16 de Junho de 2011 às 11:41

CASO CAÇULA - Membro do PDT afirma que não tem nada a ver com ato de estupro de vereador da sigla trabalhista

FOTO: (Divulgação)

Algumas notícias, nos últimos dias, apontam políticos que, embora tenham sido condenados pela Justiça, tocam suas vidas normalmente, inclusive reeleitos pelo voto direto. Porém o assunto de alguns sites de Porto Velho é a condenação de um vereador por estupro, fato que ensejou a citação de meu nome, por pertencer ao mesmo partido que atualmente milito, mesmo sem saber a minha opinião.
 
Não tenho absolutamente nada a ver com o ato do vereador pedetista, porém como rondoniense por adoção há 22 anos, e depois de defender, sem rabo preso, uma candidatura à câmara federal, com o slogan “Voto Limpo”, na eleição do ano 2010, venho a público manifestar-me acerca da citação de meu nome como se estivesse concorrendo para a impunidade ou qualquer tipo de favorecimento do parlamentar envolvido.
 
Diante do caso envolvendo do vereador Chico Caçula, sem falar em outros representantes do povo que estão sob a responsabilidade do Poder Judiciário, não cabe a este jornalista tomar para si a missão de defender ou condenar qualquer cidadão, mesmo que seus atos sejam reprováveis moralmente. Que o fato atenta a moral não há dúvida, mas os princípios da ampla defesa e do contraditório, fazem parte do devido processo legal.
 
Ao Poder Judiciário cabe a celeridade dos processos das pessoas envolvidas para que haja o trânsito em julgado, bem como condenar ou absolver os réus com a rapidez que a sociedade e a imprensa esperam. 
 
Não me manifesto em nome do PDT de Porto Velho, no qual fui eleito e ocupo a 2ª Vice-Presidência, mas como jornalista, advogado, pai de família e sobretudo contribuinte que paga seus impostos e tem compromisso com a sociedade de Porto Velho e de Rondônia.
 
(Celso Gomes é jornalista e advogado)

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS