close
logorovivo2

Lindomar Garçom é escolhido como pré-candidato do PV e diz que não aceita ser vice

Lindomar Garçom é escolhido como pré-candidato do PV e diz que não aceita ser vice

DA REDAÇÃO

30 de Abril de 2012 às 14:03

Lindomar Garçom é escolhido como pré-candidato do PV e diz que não aceita ser vice

FOTO: (Divulgação)

O ex-deputado federal Lindomar Garçom (PV) foi o entrevistado desta segunda-feira (30) do programa A Voz do Povo, da rádio Cultura FM 107,9, apresentado pelo jornalista e advogado Arimar Souza de Sá e retransmitido pela rádio Antena FM 98,3 de Alvorada do Oeste.
 Garçom comentou o resultado das prévias do Partido Verde, realizadas no último sábado (28), num clube da capital. "Houve a indicação dos pré-candidatos a vereador e a escolha do meu nome como o pré-candidato a prefeito do PV. O vereador Marcelo Reis também colocou o seu nome na disputa, mas ele entendeu ser mais viável o nosso nome. Foram cerca de 3 mil pessoas que compareceram às prévias, realizadas no último sábado, no Clube Forasteiros. Isso muito nos motivou", disse ele.
Sobre a aliança com o PSDB e PSD, Garçom garantiu que "no que depender do PV, a aliança é pra valer. A minha pré-candidatura é a prefeito, não aceito ser vice. Caso não venha a ser escolhido nas pesquisas, posso ajudar o vencedor dessa aliança, cuja definição sairá em trinta dias, ouseja até o final de maio".
Para Garçom, "caso seja eleito, o vice meu terá que trabalhar, afinal ele recebe para isso. Não podemos disponibilizar uma estrutura, para quem não tem trabalho. Um bom vice dá opiniões na gestão, está sempre ao lado do titular, sempre do lado da comunidade. Um péssimo vice é o que faz motim e tenta derrubar o titular".
Sobre os problemas da cidade, Garçom disse que conhece a cidade muito bem e falou sobre os desafios do futuro prefeito. "A Funasa destinou R$ 10 milhões para a prefeitura desobstruir córregos, os serviços foram terceirizados, sendo que esses recursos dariam para adquirir aproximadamente 08 retro-escavadeiras tipo PC . Na verdade vemos apenas um ou outra máquina trabalhando no cumprimento desta meta, por isso que a zona leste e as demais regiões da cidade, sofrem com as alagações, málaria e a dengue". afirmou.
Segundo ele, "a saúde não vai bem, pois faltam médicos, equipamentos, valorização, qualificação do pessoal e atendimento. Um grande desafio é a construção de um hospital infantil municipal e também do hospital do idoso".
Ele defendeu que o futuro prefeito deve assumir de imediato a questão do trânsito. “É preciso um planejamento imediato do trânsito, reposicionar o tráfego e adequar às necessidades da capital”, completou.
Segundo ele, “comparado com outras capitais da região Norte, Porto Velho está muito atrasada. Precisa investir na infra-estrutura da cidade”. Garçom disse ainda que “outra necessidade é fazer asfalto de qualidade, com base, compactação, drenagem e não esse ‘casca de ovo’ que costumam fazer”.
Lindomar mostrou-se favorável a uma consulta popular para definir o local onde deveria ser construída uma nova rodoviária na cidade. “Acho que naquele local onde hoje funciona a rodoviária, deveria ser transformado em um terminal de integração. E em outra região, ser construída uma rodoviária bonita, moderna e eficiente”, destacou.
Garçom criticou ainda a má qualidade do transporte coletivo e da coleta de lixo. “Temos que mostrar para a sociedade que a capital tem conserto, tem futuro e pode sim ser melhor. Precisa gestão eficiente e responsável”, completou.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS