close
logorovivo2

DELEGACIA DA MULHER: Jean Oliveira cobra urgência na implantação do atendimento 24 horas

“É inadmissível essa indolência e falta de compromisso social do Executivo com essa questão. O poder legislativo não vai admiti mais essa irresponsabilidade”, disse Jean Oliveira.

ASSESSORIA

20 de Março de 2019 às 15:03

DELEGACIA DA MULHER: Jean Oliveira cobra urgência na implantação do atendimento 24 horas

FOTO: (Assessoria)

O deputado Jean Oliveira (MDB) voltou a lembrar que desde que assumiu seu primeiro mandado de deputado estadual em 2011, reivindica a necessidade de viabilizar com urgência o plantão 24 horas na Delegacia da Mulher, inclusive nos finais de semana e nos feriados. Com esse propósito o deputado apresentou indicação ao Governo do Estado, via Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), em junho de 2011.

 

Desde junho de 2011 cobro. E nunca deixei de cobrar. Mas é impressionante como nunca se deu importância a essa nossa cobrança para um serviço tão necessário, inclusive, para ajudar a evitar assassinatos de mulheres como vem ocorrendo em nosso Estado de forma assustadora e inadmissível”, disse o deputado.

 

Dizíamos àquela época que a equipe da Delegacia da Mulher estava fazendo um trabalho elogiável tendo à frente a delegada, Dra. Edna Mara de Souza, e que para completar essa trabalho competente só faltava implantar o plantão 24 horas, e otimista, afirmava que tinha certeza que o secretário, à época, Dr. Marcelo Bessa, já estava providenciando a implantação do plantão 24 horas na Delegacia da Mulher”, lembra o deputado.

 

Em junho, completam 9 anos, que fiz a primeira indicação para a implantação do plantão 24 horas, nos finais de semanas e nos feriados na Delegacia da Mulher. E nada, nada e nada. Essa cobrança é feita por todas as entidades e instituições que tratam dos direitos da mulher. E ninguém toma uma providência. Até quando as mulheres serão vítimas de atrocidades vis e o Governo do Estado vai continuar surdo a esse clamor da sociedade?”, pergunta Jean Oliveira.

 

Devido o violento assassinato da professora   Joselita Félix, morta a pauladas pelo ex-companheiro, o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes fez um contundente discurso cobrando o funcionamento 24 horas da Delegacia da Mulher. A proposta também foi defendida na reunião da Comissão de Defesa da Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (CDCAMI) na tarde de terça-feira (19), no plenarinho 1, da Assembleia Legislativa.

 

O deputado Jean Oliveira disse que não dá mais para esperar. O Governo do Estado tem que determinar à Sesdesc, que faça um esforço e reúna condições para colocar a Delegacia da Mulher funcionando 24 horas, inclusive, nos finais de semana e feriados. “É inadmissível essa indolência e falta de compromisso social do Executivo com essa questão. O poder legislativo não vai admiti mais essa irresponsabilidade”, disse Jean Oliveira.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS