close
logorovivo2

ESPAÇO ABERTO: Empresa corta energia na feira e chama feirantes de ladrões

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

25 de Março de 2019 às 09:37

ESPAÇO ABERTO: Empresa corta energia na feira e chama feirantes de ladrões

FOTO: (Rondoniaovivo)

CHEIA DO MADEIRA


Acontece hoje, segunda-feira (25), na Assembleia Legislativa, audiência pública com o tema: O impacto da enchente do Rio Madeira e os seus efeitos nas comunidades ribeirinha, rural e urbana. O assunto tem sido uma preocupação constante para a população de diversas áreas, e dessa forma, a audiência visa uma aproximação entre a comunidade e os órgãos responsáveis pelo esclarecimento desta problemática. Dentre os participantes, estão membros da população ribeirinha, líderes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), também como a Defesa Civil Municipal e Estadual, representantes da Secretaria de Estado de Assistência e do Desenvolvimento Social (SEAS), Ministério Público Estadual e Federal. 

 

 

NOVA TRANSFERÊNCIA


O chefe máximo do Primeiro Comando da Capital (PCC), Marcos Williams Herbas Camacho, mais conhecido como Marcola, foi transferido na sexta-feira (22/3) para o Presídio Federal de Brasília. Em fevereiro deste ano, o criminoso, que estava cumprindo pena na Penitenciária II de Presidente Venceslau, em São Paulo, foi trazido para Rondônia.


Na época, o Ministério da Justiça justificou a medida afirmando que “o isolamento de lideranças é estratégia necessária para o enfrentamento e o desmantelamento de organizações criminosas”. O problema é que uma semana depois da medida os órgãos de segurança descobriram que a transferência foi equivocada.  Uma fonte da Coluna garante que a ida agora de Marcola para Brasília  não tem nada a ver com logística. A medida seria para evitar um resgate do preso. O serviço de inteligência de uma das forças envolvidas na segurança teria interceptado conversas onde bandidos, especialistas em guerrilha, estariam tramando uma ação no Presídio Federal de Rondônia.  


Atualmente o exército cumpre uma medida de GLO (Garantia da Lei e da Ordem) na área do entorno do Presídio Federal. A iniciativa seria por conta da transferência de Marcola para Rondônia juntamente com outros 10 presos que seriam da mesma facção criminosa dele.

 

 

 

 

BASE AÉREA

 

Nesta segunda-feira (25), às 10h da manhã, tem festa na Base Aérea de Porto Velho. É a cerimônia de formatura militar alusiva ao Dia do Especialista de Aeronáutica. O colunista agradece ao  Coronel Aviador Lucas, comandante da Base, pelo convite.

 


NEM O FUTEBOL ESCAPA

 

Ladrões furtaram  1.540 metros de cabos do Estádio Biancão, em Ji-Paraná, e comprometeram os jogos à noite. Com isso, o campeonato estadual foi prejudicado e a Federação Rondoniense de Futebol foi obrigada a rever o calendário e o local dos jogos. Atletas e desportistas de Ji-Paraná estão responsabilizando o secretário-regional Everton Almeri Esteves por não ter tomado precaução em relação a segurança do Estádio José de Abreu Bianco. 


Everton foi nomeado pelo governador Marcos Rocha para defender os interesses e o patrimônio público do Estado em Ji-Paraná. Segundo os desportistas, ele deveria ter alertado a Superintendência de Esportes, Cultura e Lazer (Sejucel) sobre a falta de segurança no Biancão e não ter esperado acontecer o pior para então pedir reforço. A coluna não encontrou Everton Esteves para comentar o caso.

 


BURACO, BARRO E LAMA

 

Vergonhosa a situação da rua Antônio Maria Valença, no bairro Aponiã, Zona Leste de Porto Velho. Um vídeo exibido pelo Rondoniaovivo mostra como tem sido a vida de moradores e motoristas. Diante das imagens nem há o que comentar.

 

 

 

VEREADOR SENDO VEREADOR

 

Era tanta reclamação que a vereadora Cristiane Lopes resolveu conferir a situação. Na Unidade de Saúde Pedacinho de Chão, no bairro Embratel, zona Norte da Capital, encontrou falta de manutenção nas centrais de ar, prédio em péssimas condições, entrada sem acessibilidade, banheiros interditados e, principalmente,  falta de tubulação para escoar a água da chuva e evitar alagamento. Cristiane também observou que a rede elétrica precisa de reparos urgentes, para que não ocorra um novo incêndio, como o que aconteceu na sala de odontologia no início do ano.


A vereadora garantiu que vai pedir providências à Secretaria Municipal de Saúde.  

 

 
APOIO AOS DISTRITOS

 

A  Emdur enviou equipes para atender  demandas de solicitação nos distritos de Nova Califórnia, Extrema e Jaci-Paraná. O serviço foi para manutenção e implantação de novos pontos. Em Extrema, por exemplo, foram feitas 26 manutenções nos refletores do Ginásio Gentil Ferrari, dando prosseguimento a 68ª fase do Programa de Revitalização da iluminação de espaços e equipamentos públicos, o Proequipa.


Nos distritos de Nova Califórnia e Extrema as equipes ficaram até a sexta (22), e em Jaci o retorno para a capital aconteceu no sábado. A Emdur estima que nos três distritos  500 pontos de iluminação receberam  intervenção. Gosto do trabalho do Tiago Tezzari. Sem fazer alarde procurar desempenhar o papel para o qual foi convocado.

 

 

 

 

 

 

 

O JUMENTO E A GALINHA


Neste domingo (24), uma empresa terceirizada da Energisa foi até o local onde funciona provisoriamente a feira livre do Cai N'água e cortou a energia que estava sendo usada pelos feirantes. Boa parte deles, que depende da eletricidade para conservar mercadorias ou até mesmo produzir seus produtos, como o caso do Açaí que precisa ser batido para soltar a casca, não pode trabalhar.

 

A justificativa apresentada pelos prestadores de serviço da Energisa é de que eles foram contratados para combater o furto de energia. Na cara dura, o dito representante dos prestadores de serviço chamou TODOS os feirantes de ladrões. Disse ainda  que os feirantes teriam que ter ido na empresa solicitar a transferência do medidor de energia para o novo local mesmo sendo um espaço provisório até que a água da enchente baixe. Os trabalhadores afirmaram que não sabiam desse procedimento que nem deverá ser feito já que, provavelmente, nos próximos a feira retorna ao local normal. Resultado: Muita gente ficou no prejuízo e teve que voltar para casa sem trabalhar. Sobre o jumento? Bom, quem assistir o vídeo vai entender.

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS