close

ESCOLAR: Joelna Holder cobra agilidade na solução do transporte da zona rural

A atual empresa contratada está operando com veículos velhos e alguns foram apreendidos por oferecer risco à segurança dos alunos

ASSESSORIA

27 de Maio de 2019 às 09:07

ESCOLAR: Joelna Holder cobra agilidade na solução do transporte da zona rural

FOTO: (Assessoria)

No início desta semana, a Vereadora Joelna Holder, Presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal se reuniu em Sessão Ordinária com os vereadores Aleks Palitot, Luan da TV, Márcio Miranda e o secretário municipal de educação Márcio Félix, em mais um momento de cobrança de soluções para o transporte terrestre e fluvial do município, ocasião em que solicitou medidas emergenciais para fornecimento de uma frota adequada para atender aos alunos.

 

A atual empresa contratada está operando com veículos velhos e alguns foram apreendidos por oferecer risco à segurança dos alunos. “Na sexta-feira estivemos em São Carlos e pudemos observar de perto a situação crítica da educação nos distritos ribeirinhos. Os prazos determinados para a solução destes problemas estão esgotados e a Prefeitura não chegou a uma solução”, destacou a vereadora.

 

A comissão também cobrou a participação da Secretaria Municipal de Educação (Semed) na Rede de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes. “Realizamos uma audiência pública na quinta-feira, 16 de maio, e não tivemos a participação da Semed. É muito importante a participação da Secretaria como órgão gestor da educação municipal, no debate de políticas públicas para redução dos índices de violência no nosso município”, frisou Joelna.

 

Também foi comunicado a inoperância do departamento de obras da Semed. Em visita recente à secretaria a vereadora constatou que recursos oriundos de emendas federais retornaram a União por falta de projetos. “Foram detectados atrasos em projetos de reformas de escolas por falta de mão de obra”, afirma a vereadora.

 

A comissão protocolou na SEMED requerimento solicitando providências para este departamento afirmando que há poucos engenheiros, e cobrando este serviço à secretaria municipal de Obras (Semob). Estamos perdendo recursos importantes por falta de engenheiros e arquitetos. Tivemos recentemente a abertura de um concurso. "Por que a prefeitura não inclui no edital, vagas para estes profissionais?” questionou a comissão.

 

Houve também cobranças de soluções urgentes para os problemas da educação no município. As ações da vereadora seguem em consonância com os direitos de servidores e alunos. “Queremos educação de qualidade para a população da capital” afirmou Joelna.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS