close

POR VICK BACON: Moro chamado de Ladrão e acusado por deputado do “dinheiro na cueca”

Confira a coluna de Victoria Bacon

POR VICTORIA BACON

3 de Julho de 2019 às 11:00

POR VICK BACON: Moro chamado de Ladrão e acusado por deputado do “dinheiro na cueca”

FOTO: (Divulgação)

É impressionante, Sergio Moro foi: desacatado, taxado de imparcial, xingado de vários nomes, acusado de ter articulado a prisão de Lula e de ser beneficiado por isso. A única coisa que ele fez de concreto, foi por aquele ladrão do dinheiro público na cadeia. Que Lula explique a fortuna do filho, que explica o sucesso e expansão do poder das facções criminosas em seu governo, que explique o dinheiro do PT, que explique as fraudes nas licitações, que explique o mensalão, que explique como o mais honesto dos brasileiros está na cadeia, condenado em segunda estância e pelo povo que ele jurou defender. É isso, e se não for, bem então me perdoem.

 

Momento auge na Câmara dos Deputados que se inicia o bate boca dos favoráveis e contrários a Sérgio Moro. Sessão é encerrada às 18h22m.

 

A situação do ministro Sérgio Moro acirra a divisão do país entre os pró e contra a Lava Jato. O bate boca dos deputados na Câmara durante a inquirição de Sérgio Moro aprofundou essa divisão, porém quanto mais é atacado, mais a população tende a lhe dar apoio, claramente observado nas Redes Sociais nessa terça-feira (02) de julho. A oposição à Lava Jato que é orquestrada pelos partidos de oposição tem percebido que o araque deve ser transferido a Moro, porém no resultado da estratégia acaba atingindo a figura do ex-presidente Lula. É fato que, após o depoimento de Sérgio Moro na Câmara e no Senado, novos capítulos serão configurados para o personagem mais importante do governo Bolsonaro.

 

Deputado do PSL Alexandre Frota ataca o deputado petista Zeca Dirceu o chamando de herdeiro de ladrão na sessão da Câmara que inquiriu Sérgio Moro nessa terça-feira (02) de julho.

 

O objetivo da oposição tanto na Câmara quanto no Senado em relação aos depoimentos do ministro Sérgio Moro está ligado em enfraquecer a Operação Lava Jato através da criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar as mensagens atribuídas pelo site The Intercept a Sérgio Moro e a Deltan Dallagnol bem como atingir os braços da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro e em Brasília, além de Curitiba onde está enraizada. Não evoluiu a proposta infundada da oposição à Lava Jato. Tornou-se impossível esse cenário, avaliam alguns deputados da oposição, após o bate boca de ontem em Brasília.

 

Deputado petista do “dinheiro na cueca" ataca Sérgio Moro e o desafia.

 

O deputado José Guimarães (PT/CE) propôs, durante a Comissão de Constituição e Justiça que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, assine um termo de compromisso para que entregue seu celular aos parlamentares. Ele desafiou o ex-juiz da Lava Jato, que condenou e prendeu Lula. Guimarães é um dos deputados que aparecem conversando com Luiz Inácio Lula da Silva nos áudios da Operação Alethea, braço da Lava Jato que conduziu o ex-presidente coercitivamente para depor, em 2016.

 

Olha a que nível chegamos! Escumalha ofendendo um juiz probo e destemido! O Brasil está com Moro. Estes deputados petistas nada fazem pelo Brasil, militam apenas para libertar um presidiário e esquecem que muitos dos cidadãos que os elegeram, fizeram-no com o intuito de melhorar a vida de nosso povo. Façam oposição, mas façam pelo Pais e não por uma pessoa que deve pagar por seus crimes. Do jeito que anda, acho que devemos chamar o partido de Igreja.

 

Deputado do Psol, chama Moro de Ladrão!

 

Glauber Braga (PSOL-RJ) disse que ministro será lembrado como um juiz que se corrompeu. Escoltado, Moro deixou a audiência aos gritos de 'fujão'. Independente de quem você já votou, apenas analise: é só no Brasil que investigados e apoiadores de corruptos condenados e presos , auditam e desqualificam profissionais concursados com anos de trabalho. Só no Brasil ! Por que o The Intercept se recusa em fornecer o material para perícia oficial ? Por que a demora ? Por que esses jornalistas vêm a público acusar, mas se recusa em fazê-lo oficialmente ? Não há nada nessas supostas conversas que indiquem imparcialidade. As condenações foram reanalisadas e reafirmadas, por unanimidade, nas 2ª e 3ª instâncias, o que dá ainda mais legitimidade a lava jato ,seus processos e condenações. Toffoli advogado do PT por anos, Lewandowski cuja fatia a constituição, vota a favor de Lula sempre. Gilmar Mendes nem se fala. Sepúlveda Pertence ex membro do STF, defendeu Lula, pois ele teria melhor transito no STF. O que seria esse melhor transito? Por que PT, Psol, etc. Não os chamam para esclarecimentos também?

 

O político Moro.

 

 

Sérgio Moro responde a questionamentos de parlamentares na Câmara durante o depoimento dos vazamentos atribuídos a ele pelo site The Intercept quando ocupou o cargo de juiz federal.

 

Observa-se que, com Moro em um cargo no Executivo e se dispondo a encarar o Congresso, o ex-juiz completa o processo de deixar a toga e vestir o traje de político. "O produto disso também é que, de certa forma, está gerando o Moro com uma personalidade política muito forte", disse Teixeira. Segundo Caldas, "é como se as denúncias fossem o batismo de fogo do ministro Sergio Moro na política". "Quem estava na Câmara, no Senado, não era mais o juiz Moro. Era o político Moro", afirmou... .

 

Concluo meu texto dizendo-lhes, caros leitores, que a estratégia esquerdista deu errado. Estão conduzindo o Sr. Sérgio Moro a uma eventual candidatura à presidência da República. Parem de bater no homem, ele parece fermento, quanto mais bate, mais cresce, cresce tanto que vai cair naquela cadeira especial no Palácio do Planalto. Aguardem e verão! Um Bando de mau caráter, questionando um ex-juiz. Inversão de valores. Não chegaremos a lugar nenhum. Uma baixaria geral protagonizada pela esquerda, o desespero para libertar o chefe da quadrilha é tão grande que estão perdendo a consciência, sorte do Moro, saiu mais fortalecido ainda!

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS