ESPAÇO ABERTO: Facebook cria recurso para que pais monitorem a conversa dos filhos

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

05 de Fevereiro de 2020 às 08:51

Foto: Divulgação

DE OLHOS NOS FILHOS NO FACEBOOK


O Facebook resolveu facilitar a fiscalização dos pais nos filhos que usam a internet. Os novos recursos incluem acesso para que os pais enxerguem o histórico de conversas. O Facebook anunciou ontem (04) que planeja adicionar essas ferramentas para o controle parental do Messenger Kids.

 

 

TEMPO REAL

 

Contas bloqueadas ou desbloqueadas no aplicativo, informou a empresa, também poderão ser pesquisadas. Os pais poderão ver as fotos e vídeos mais recentes enviados e recebidos no aplicativo. Poderão excluí-los, se necessário.

 

 

ERRO CORRIGIDO

 

Ano passado o Facebook reconheceu a falha no Messenger Kids, utilizado por milhares de crianças para conversas em grupo, mas os membros nem sempre eram aprovados pelos pais. A empresa está sendo monitorada por vários governos, sobretudo depois que anunciou o plano de estender a criptografia de ponta a ponta nos serviços de mensagens.

 

 

DIFÍCIL ACESSO ÀS EVIDÊNCIAS

 

Legisladores e as polícias especializadas em crimes virtuais e exploração sexual infantil, alertam que a criptografia mais complexa impede o acesso às evidências de abuso infantil, protegendo os bandidos abusadores.

 

 

JANEIRO PIOR QUE ANO PASSADO


O mercado de veículos novos começou o ano em baixa no Brasil. Foram vendidas 193,4 mil unidades no primeiro mês de 2020, queda de 3,1% ante janeiro do ano passado, em comparação que considera os segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. Em relação ao último mês de 2019, que tradicionalmente é mais aquecido, houve recuo de 26,3%.

 

 

EXPECTATIVA DE AUMENTO

 

Os números foram divulgados nesta terça-feira pela Fenabrave, federação que reúne as concessionárias de veículos, e mostram que o ano foi iniciado na contramão da projeção da entidade para 2020. A Fenabrave divulgou no início de janeiro que espera expansão do mercado total de 9,6%, para 3,05 milhões de unidades. Apesar da queda no primeiro mês do ano, a estimativa está mantida.

 

 

GOL FAZ ACORDO PARA AMPLIAR VOOS 

 

A Gol Linhas Aéreas anunciou nesta terça-feira um novo acordo de "codeshare" com a American Airlines (AA) com o objetivo de criar a maior oferta diária de voos entre cidades da América do Sul e os Estados Unidos. O acordo também prevê o acúmulo e resgate de pontos aos passageiros frequentes nas duas empresas (via Smiles e Aadvantage).

 

 

 

 

 

PRINCIPAIS CIDADES DO MERCOSUL

 

Entre os novos destinos previstos no plano de expansão na América Latina, a AA terá voos para Assunção, no Paraguai, Montevidéu, no Uruguai, Mendoza, na Argentina, Curitiba e Foz do Iguaçu, entre outras cidades do Brasil, Uruguai e Paraguai.

 


AMAZÔNIA


O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou nesta terça-feira (4) que o decreto regulamentando o Conselho da Amazônia deve ser publicado até a próxima semana. Segundo Mourão, que vai coordenar o colegiado, o texto já está com o presidente Jair Bolsonaro. Não haverá uma dotação orçamentária específica para as ações do Conselho – as verbas serão remanejadas dentro dos ministérios.

 


REMANEJAMENTO


Há também, de acordo com o vice-presidente, a possibilidade de que créditos disponíveis no Fundo Amazônia sejam usados. Ainda não existe uma previsão da quantia que será destinada para o projeto.

 


MANIFESTO


Um manifesto de alerta sobre o “desmantelamento das políticas socioambientais” do Brasil foi publicado, na última segunda-feira (3), na Nature Ecology & Evolution, tradicional revista científica do Reino Unido. Sob o título “Ajude o Brasil a restaurar a governança de serviços ecossistêmicos globalmente importantes”, o artigo colheu assinaturas de 1.230 cientistas de diversas áreas em apoio à causa.

 


PRESSIONAR O GOVERNO


O manifesto foi publicado com a intenção de desencadear uma pressão externa sob o governo Bolsonaro . “Quando  houve as queimadas na Amazônia , teve uma grande pressão dos países e de acordos internacionais que ajudou a reduzir os incêndios. Foi quando o governo acionou as Forças Armadas para ajudar a combater os incêndios ilegais. Por essa pressão, a gente consegue ações mais imediatas”, disse Carolina Levi, uma das pesquisadoras, em entrevista ao site da UFSC.

 


APONTAM SOLUÇÕES


Além de criticar as políticas ambientais do país, os cientistas propõem soluções com base em três linhas de ação: o desenvolvimento de agroindústria sustentável; proteção e restauro de ecossistemas terrestres, de água doce e marinhos; e fortalecimento dos direitos dos povos indígenas e tradicionais.

 


OUTRO EXEMPLO NEGATIVO DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL


O Rondoniaovivo mostrou reportagem sobre a obra abandonada da creche localizada no bairro Alphaville que atenderia crianças da zona Norte da cidade. O prédio foi entregue quase concluído na gestão passada, mas nunca chegou a ser utilizado pela comunidade.

 

 

 

 

 

EMBUSTE

 

Olhando a situação atual de Porto Velho e o que era antes realmente dá para perceber que muita coisa mudou, para pior. É tanta promessa não cumprida que o prefeito Hildon Chaves, que nunca havia sido gestor público, conseguiu entrar para o glorioso clube do intrujão.

 

 

SEM SURPRESA

 

Acredito, que como eu, os milhares de leitores que acompanham diariamente o Rondoniaovivo não tenham se surpreendido com a situação mostrada pelo “Homem do Tempo”. Afinal, a creche é apenas mais um exemplo de dinheiro jogado no lixo.

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS