CORONAVÍRUS: Jogadores do Barcelona rejeitam primeira proposta de redução salarial

Clube teme não conseguir pagar a massa salarial da equipe principal, que ultrapassa os 600 milhões de euros por ano.

NOTÍCIASAOMINUTO

24 de Março de 2020 às 16:59

Foto: Divulgação

O surto do novo coronavírus obrigou à suspensão da grande maioria das competições desportivas, deixando vários clubes com uma grave crise financeira nas mãos. É o caso do Barcelona, que se vê obrigado a tomar medidas que seriam, até há pouco tempo, impensáveis.

 

A direção liderada por Josep Maria Bartomeu se reuniu no último final de semana com os capitães da equipe principal (Lionel Messi, Sergio Busquets, Gerard Piqué e Sergi Roberto) para propor uma redução salarial. Os jogadores se mostraram receptivos à hipótese.

 

No entanto, segundo informações veiculadas nesta terça-feira pelo jornal espanhol Marca, a primeira proposta apresentada ao plantel orientado por Quique Setién teria sido prontamente rejeitada, devido aos valores colocados em cima da mesa.

 

Os responsáveis do Barcelona se veem assim obrigados a delinear uma nova estratégia para 'cortar' nas despesas, uma vez que teme não conseguir pagar a massa salarial da equipe principal, que ultrapassa os 600 milhões de euros.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS