BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Agentes da SEMTRAN são acusados de agredirem motorista e mulher gravida

Os agentes se deslocaram até a rua Rio Machado, bairro Triângulo, o carro modelo corsa cor branco de placas NEA 0139 de Porto Velho, que não tem restrição de nada e estaria estacionado na frente da casa da vítima.

Da Redação

06 de Novembro de 2014 às 14:23

Foto: Divulgação

O caso foi parar na central de flagrante na manhã desta Terça-feira (04) onde de acordo com informações policias que atenderam a ocorrência, os agentes da Semtran receberam ordens de seus superiores para efetuar a apreensão de um veiculo que poderia está com placa vermelha e caracterizado de taxi e que a placa de taxi não seria mais dele e sim de outro carro que já está na praça.

Os agentes se deslocaram até a rua Rio Machado, bairro Triângulo, o carro modelo corsa cor branco de placas NEA 0139 de Porto Velho, que não tem restrição de nada e estaria estacionado na frente da casa da vítima.

Quando chegaram chamaram a vítima e falaram que iriam levar o carro apreendido por que a placa era vermelha e está caracterizado de taxi, a vítima explicou a situação que ainda estava resolvendo junto ao DETRAN e eles não iriam levar o carro pós não estava cometendo nenhum tipo de crime.

De imediato um agente da Semtram deu uma gravata na vítima que gritou por socorro e sendo dominado por mais dois agentes, onde um deles disse que era policial e que não era pra ninguém se envolver.

A esposa da vítima que está grávida de nove meses ouvindo os gritos do esposo, assustada correu pra ver o que estava acontecendo e também foi agredida sendo empurrada, após ser dominado, a vítima recebeu voz de prisão e assim os agentes da Semtran acionaram uma viatura da polícia militar e relataram que a vítima teria recebido voz de prisão por desobediência.

Vizinhos viram a ação desastrosa dos agentes que se titulam policias de fiscalização de trânsito e podem ter o poder de prender e apreender sem apoio da PM.

A vítima foi levada para central de flagrantes onde foram ouvidos pelo delegado plantonista que tomará as medidas cabíveis que o caso requer.

O carro foi levado apreendido pra semtran e ficará a cargo do desenrolar da ocorrência policial

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS