HOSPITAL DO AMOR: Acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo da Uniron realizam visita técnica

Acadêmicos visitaram diversos setores, entre eles, um novo espaço em construção no hospital.

ASSESSORIA

27 de Fevereiro de 2020 às 14:38

Foto: Divulgação

Neste último sábado, dia 22 de fevereiro, os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade UNIRON, realizaram uma visita técnica no Hospital do Amor da Amazônia, em Porto Velho. A atividade, coordenada pelo professor da disciplina de Atelier de Projeto de Arquitetura V - Unidade Hospitalar - UPA, Heitor Moreira, possibilitou que os discentes aprendessem in loco sobre estruturas e procedimentos orçamentários, em uma construção de um prédio hospitalar.

 

O engenheiro responsável pelo local, Marcelo Ferreira Bonfim, recebeu os acadêmicos e os conduziu para conhecerem alguns setores do prédio. Assim, diversos temas do curso foram abordados na visita técnica, como: Estrutura; Vedações; Forros; Esquadrias; Acabamentos; Pisos e a importância dos Pisos Técnicos; O uso de ar-condicionado hospitalar; Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA); Custo-benefício na escolha de materiais e serviços; Orçamento e Humanização hospitalar.

 

Cada tema abordado, possibilitou que os futuros arquitetos e urbanistas pudessem ter um contato direto com o assunto, aprimorando os conhecimentos abordados em sala de aula. Nesse sentido, alguns setores foram mais explorados como: o escritório de engenharia, o setor de radiologia, o ambulatório, o piso técnico sobre o pavilhão cirúrgico, a UTI e o espaço que está em construção para abrigar nova ala de atendimento de internação.

 

Além disso, durante o momento, os acadêmicos puderam aprender como funciona o andamento filantrópico do Hospital do Amor da Amazônia, em relação a sua construção e manutenção, bem como os objetivos da instituição, ao prestar serviços de saúde com qualidade e gratuitos às pessoas.

 

Para a acadêmica Eduarda Passos, a atividade de campo realizada no prédio hospitalar, favoreceu para o aprimoramento de seus conhecimentos que possibilita a obtenção de uma formação mais qualificada. “Contribui, de maneira geral, ao modo de projetar e na forma de enxergar o lado humano e suas necessidades. Além disso, em observar as particularidades do planejamento de um hospital, conhecendo as técnicas construtivas aplicadas a este tipo de projeto”, comenta Passos, do 7º período.

 

De acordo com Heitor Moreira, professor do curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIRON, a visita técnica realizada no Hospital do Amor da Amazônia possibilitou aos acadêmicos terem um entendimento prático em relação a esse modelo de construção. “Eles verificam o elemento de arquitetura aplicado na obra, e têm uma compreensão exata de como é. Por exemplo, um sistema de dutos de ar condicionado ou um sistema de calhas de eletrodutos: É possível perceber com clareza a dimensão, o material, e sua posição. Assim, quando eles forem projetar, terão a noção exata do que estão fazendo e como fazer”, explica Moreira.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS