BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Morre vilhenense que comoveu Cone Sul lutando contra doença incurável

Elly Barros foi diagnosticada com ELA quando cursava faculdade

Folha do Sul Online

06 de Março de 2018 às 10:40

Foto: Divulgação

Chegou ao fim, na madrugada desta terça-feira, 06, a luta travada desde 2014 pela universitária vilhenense Elly Barros, 35 anos. Ela foi diagnostica com uma doença degenerativa incurável, a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), quando cursava faculdade de serviço social em Vilhena. Mesmo já apresentando os sintomas da enfermidade, no ano seguinte (2015), ela teve um filho.

 

O drama e a força da ex-gerente de loja na cidade comoveram todo o Cone Sul. O marido de Elly, Edson Pereira Barbosa, que largou tudo para acompanhá-la no tratamento, postava fotos e vídeos dela em sua luta. O casal, atualmente morando no Paraná, chegou a viajar para o Paraguai, para que a vilhenense fosse submetida a tratamento experimental.

 

O falecimento de Elly, que aconteceu na cidade de Curitiba (PR), foi anunciado pelo próprio Edson, num vídeo emocionado nas redes sociais. O sepultamento, marcado para amanhã, será em Araucária, na região metropolitana da capital paranaense, onde o casal estava residindo.

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS