Mulher chama policiais de “burros, idiotas e vagabundos” e acaba presa

Além dos xingamentos, a jovem também tentou atacar os policiais e acabou algemada

FOLHA DO SUL ONLINE

27 de Fevereiro de 2020 às 16:18

Foto: Divulgação

Na noite de ontem (26), uma garota de 22 anos foi presa em flagrante, após desacatar policiais militares que haviam sido mobilizados para averiguar uma denúncia de perturbação de sossego no bairro Assossete, em Vilhena.


 
De acordo com a ocorrência, após vizinhos denunciarem o grupo de pessoas que estava ouvindo “funk com letras pornográficas” em alto volume, a guarnição chegou ao local e constatou a veracidade dos fatos.


 
Ao verem a viatura, as pessoas que estavam na casa fecharam portas e janelas, e permaneceram dentro do imóvel. Os policiais ligaram sirenes e luzes, mas ninguém saiu. Em dado momento, os PMs ouviram alguém dizer: “deixa eles lá fora, eles não podem entrar. Aumenta o som”.


 
Orientada por um homem do grupo, a dona da casa foi até o portão, mas disse que os policiais deveriam ir embora, pois ela não os deixaria entrar na casa.


 
Neste momento, apareceu a jovem de 22 anos, que chamou os policiais de “burros, idiotas e vagabundos”, e recebeu voz de prisão. Diante da recusa da dona da casa em abrir o portão, foi solicitado reforço policial e, em instantes, três outras viaturas chegaram ao local.


 
Neste momento o portão foi aberto e a moça que teria desacatado os policiais e que havia corrido para dentro da casa, foi presa. Ela estava agressiva e tentou atacar os policiais, por isso acabou sendo levada para a Unisp, algemada, junto com a dona da casa. As duas vão responder a processos na justiça.
 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS