SOLUÇÕES: Léo Moraes salienta carga tributária brasileira e ineficiência do Estado

Parlamentar afirmou que mesmo com altos impostos, os recursos se perdem na ineficiência do Estado e na burocracia

ALE/RO

25 de Maio de 2018 às 11:39

Foto: Assessoria

Durante pronunciamento na sessão itinerante de Ji-Paraná nesta quinta-feira (24), o deputado Léo Moraes (Podemos) salientou que a alta carga tributária sobre os combustíveis é um dos motivos da greve dos caminhoneiros e que os parlamentares não podem se furtar desta discussão.

 

Segundo o parlamentar teve em 2015, votação na ALE para o aumento do ICMS para 26% sobre os combustíveis. Salientou que foi voto contrário, pois para ele este tipo de aumento mostra que a máquina pública, mesmo com carga tributária e farta arrecadação, “quando o dinheiro cai na conta única se dilui e se perde no peso da burocracia e na ineficiência do Estado”.

 

Salientou também que em 2016 a ALE sustou aumento do IPVA para a população. “Precisamos fazer nossa parte, através da política. Derrubar muros, construir pontes e aproximar a população das discussões”, concluiu Léo Moraes.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS