PADÁGIO: Saiba quais rodovias aceitam pagamento com PIX ou cartões

Uma das formas de passar pela barreira "sem pagar" é por meio da impressão de um boleto com vencimento para três dias para que o motorista pague depois

PADÁGIO: Saiba quais rodovias aceitam pagamento com PIX ou cartões

Foto: Reprodução

Com a chegada das tecnologias de pagamento digital, como PIX e cartões, o uso de dinheiro vivo tem se tornado cada vez mais escasso. Por isso, algumas tarefas simples do dia podem gerar dores de cabeça pela falta das notas e moedas.
 
É o caso do pagamento da tarifa dos pedágios. Até março deste ano, o pagamento só podia ser feito em dinheiro físico, logo muitos motoristas enfrentavam problemas para quitar a taxa e transpor a barreira legalmente.  
 
Para sanar este problema, o governo federal estabeleceu que, até junho deste ano, todas as rodovias federais geridas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) deverão aceitar PIX e cartões de crédito e/ou débito como forma de pagamento.
 
A medida abarcará 21 rodovias federais, dentre elas a Fernão Dias, a Autopista Régis Bittencourt, a Via 040, a Autopista Transbrasiliana, a Autopista Litoral Sul e a Via Bahia.
 
Para conferir a lista completa com detalhes dos trechos onde é possível utilizar o pagamento eletrônico, informações sobre tarifas e localização das praças de pedágio, acesse o site do Governo Federal.
 
Quais as alternativas para motoristas que não podem arcar com o valor?
 
Atualmente, algumas concessionárias que administram rodovias no Brasil já utilizam os meios eletrônicos para realizar o pagamento do pedágio. As que não oferecem esta modalidade trazem outras opções para o motorista não precisar interromper sua viagem.
 
A primeira forma de passar pela barreira "sem pagar" é por meio da impressão de um boleto com vencimento para três dias para que o motorista pague depois. Caso o boleto não seja pago no prazo determinado, o motorista é multado.
 
Além disso, o motorista pode também assinar uma declaração de dívida – assumindo que não pagou o pedágio – e tem prazo de até cinco dias úteis para quitar a dívida. Assim como acontece com o pagamento por boleto, se não fizer o depósito, o motorista é multado.
 
Por fim, quando não há a opção do boleto ou do depósito, o motorista pode fazer o retorno, evitando multas.
 
 
O pagamento do pedágio por meio de tags continuará ativo?
 
Sim! Se você é um usuário do Sem Parar, Conect Car ou outra plataforma de arrecadação eletrônica em pedágio, não tem com o que se preocupar. O sistema continuará operando normalmente. 
 
Segundo a Resolução 4.281, de 17 de fevereiro de 2014, que dispõe sobre as normas para padronização, implementação e operação do sistema eletrônico nas rodovias reguladas pela ANTT, as empresas autorizadas a atuar na cobrança do pedágio nas Rodovias Federais são:
 
Sem Parar
Alelo Veloe
Conect Car
GreenPass
Move mais
Direito ao esquecimento
Qual pré-candidato à Prefeitura de Ji-Paraná tem sua preferência?
Como você avalia a gestão do prefeito Cornelio em São Miguel do Guaporé?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS