BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ESPAÇO ABERTO: Pesquisa promete revelar os impactos da pandemia no mercado de trabalho

Confira a coluna de Cícero Moura

CÍCERO MOURA/RONDONIAOVIVO

08 de Maio de 2020 às 08:53

Atualizada em : 08 de Maio de 2020 às 09:51

Foto: Divulgação

TELEFONEMA
 
Cerca de dois mil agentes do IBGE já começaram a telefonar para 193,6 mil domicílios distribuídos em 3.364 municípios de todos os estados do país. O contato é para  quantificar as pessoas com sintomas de Covid-19 e os impactos da pandemia no mercado de trabalho. 
 
JÁ CADASTRADOS
 
Para definir a amostra da nova pesquisa, o IBGE utilizou a base de 211 mil domicílios que participaram da PNAD Contínua no primeiro trimestre de 2019 e selecionou aqueles com número de telefone cadastrado.
 
IDENTIFICAÇÃO
 
As entrevistas duram, aproximadamente, 10 minutos e os moradores que receberem o telefonema podem confirmar a identidade dos agentes de coleta por meio do site Respondendo ao IBGE ou do telefone 0800 721 8181, e informar matrícula, RG ou CPF do entrevistador.
 
PARA ESTE MÊS
 
Os primeiros resultados têm divulgação prevista ainda em maio. “Nosso cronograma de coleta vai depender da extensão da pandemia, mas planejamos divulgar os resultados semanalmente, às sextas-feiras”, explica a coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, Maria Lucia Vieira. Ela ressalta que os dados para Brasil e grandes regiões serão disponibilizados semanalmente, enquanto as informações por estado serão mensais.
 
IDENTIFICAR POSSÍVEIS AFETADOS
 
A pesquisa vai estimar a quantidade de pessoas que tiveram algum dos sintomas de Covid-19, como febre, tosse, dificuldade de respirar, falta de paladar e olfato, fadiga, náusea e coriza. Também será estimada a parcela da população que procurou atendimento e em quais tipos de estabelecimentos de saúde, dentre outras informações.
 
QUEM TRATOU POR CONTA
 
Para os que não buscaram atendimento, está sendo perguntada as medidas que adotaram para tratar os sintomas. Nos casos de internação, será possível saber também se o paciente foi sedado, entubado ou colocado em respiração artificial com ventilador.
 
SE EXISTE REGISTRO
 
Nas situações em que não houve deslocamento até uma unidade de saúde, é perguntado se os moradores receberam, por exemplo, a visita de um profissional de saúde na residência ou se tomaram algum remédio com ou sem orientação médica.
 
SIGILO
 
Todas as informações coletadas pelo IBGE têm sua confidencialidade garantida pela lei nº 5534/1968, que trata do sigilo da informação e garante que os dados só podem ser utilizados para fins estatísticos.
 
ESTRATÉGIA 
 
Nesta sexta-feira (8), às 16h, no auditório Jerônimo Santana, o Governador Marcos Rocha e o Prefeito de Porto Velho Hildon Chaves concedem entrevista coletiva para apresentar o “Plano Rondônia de Volta”.
 
O QUE É O PLANO
 
Não tenho nem ideia. Junto com o convite do Governo para a entrevista coletiva veio também a falta de informação. Tomara que seja algo revolucionário para que no devido horário sejamos brindados com uma excelente surpresa positiva. De negativo já basta o triste número diário de infectados e mortos pelo vírus chinês.
 
CORTA!!
 
A Secretária Nacional de Cultura, Regina Duarte, ficou visivelmente aborrecida durante entrevista para a CNN Brasil. Regina não gostou quando a produção do programa em que ela participava colocou no ar uma fala da atriz Maitê Proença criticando o silêncio quanto à uma política para o setor.
 
GRAVAÇÃO ANTIGA
 
Regina Duarte disse que a CNN estaria desenterrando mortos colocando uma fala de Maitê, que de acordo com a Secretária, é de dois meses atrás. Bastante constrangido, o apresentador do programa teve que encerrar a entrevista. 
 
CRISE
 
O ministro da Economia, PauloGuedes, fez um alerta preocupante após reunião com empresários em Brasília nesta quinta. Segundo ele, a prorrogação das medidas de quarentena por mais tempo levará a um colapso econômico e desorganização social. Disse também que pode começar a faltar produtos nas prateleiras.
 
LIBERAR GERAL
 
O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que não há mais espaço para postergar a reabertura da economia. “A indústria, a atividade comercial está na UTI” (Unidade de Terapia Intensiva), afirmou Bolsonaro.
 
JUSTIFICATIVA
 
Um dos motivos para rejeição do pedido de auxílio emergencial é ter mais de dois membros da mesma família recebendo o benefício . Pelas regras de concessão do auxílio, existe um limite de cadastrados por família, que é de no máximo duas pessoas. A afirmação é da Dataprev, que faz a análise dos pedidos e dispõe de milhares de dados para checar esses dados. 
 
NA CONTRAMÃO DE BOLSONARO
 
Na tentativa de aumentar a taxa de isolamento social e restringir a circulação de pessoas em São Paulo, o prefeito Bruno Covas (PSDB), anunciou na manhã desta quinta um novo esquema de rodízio de veículos na cidade. A medida começa a vigorar na segunda-feira (11) e vai valer para toda a cidade (e não mais no centro expandido) e durante o dia todo.
 
GENEROSOS PATROCINADORES
 
Dados de apenas um ano, 2016, revelam que o IDP, Instituto Brasileiro de Direito Público, que pertence à família do ministro Gilmar Mendes, STF, levou R$ 4 milhões de patrocínios ocultos e abertos para seus eventos e grupos de estudos jurídicos.
 
INTERESSE PRÓPRIO
 
As empresas e instituições que deram dinheiro, têm interesse direto em ações judiciais em curso no Supremo Tribunal Federal, o que evidentemente revela, no mínimo, intoleráveis e grosseiros conflitos de interesse. O ato de bondade foi revelado pela revista Crusoé em reportagem desta quinta-feira.
 
TINHAM PREFERÊNCIA
 
A publicação informou que Souza Cruz, Bradesco e JBS, preferiram permanecer como doadores ocultos. A lista inclui entes como Interfarma, que faz lobby para os laboratórios farmacêuticos; Febraban, que representa os bancos; CNI, que representa a indústria, e Fecomércio, que representa o comércio. Também integram a lista algumas entidades como OAB e Senar. A Crusoé informou que todos têm interesse em eventos nos quais Gilmar Mendes pudesse aparecer como a estrela da festa.
 
HOUVE CRESCIMENTO
 
A primeira prévia do Índice de Atividade Econômica da FGV mostra que mesmo com a crise do coronavírus, a atividade dos três primeiros meses de 2020 cresceu 0,1% em relação ao 1º trimestre de 2019.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS