BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

AO VIVO: Secretário de Saúde afirma que esgotaram os leitos de UTI na capital

A capital de Rondônia não tem mais leitos de UTI e quem precisar ficará sem respiradores, informou o secretário Estadual de Saúde, Fernando Máximo

Rondoniaovivo

02 de Junho de 2020 às 09:19

Atualizada em : 03 de Junho de 2020 às 09:26

 

O secretário de Saúde, Fernando Máximo, em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (02), informou que já existem conversas sobre a possibilidade de Lockdown, em Porto Velho.  “O Governo do Estado deve conversar com os empresários, cientistas e entender essa possibilidade. O Governador dever anunciar nos próximos dias se vai ter ou não”, declarou.

 
A capital de Rondônia tem, oficialmente, 3178 casos confirmados, com 111 mortos.  No estado todo, são 5179 casos confirmados e o número de óbitos é de 159.
 
Fernando Máximo disse também que não existem mais leitos de UTI na capital. “Peço que as pessoas, quem puder, que fique em casa. Quem precisar não terá mais respirador. Estamos no limite”, afirmou.
 
Na entrevista, ele contou que um ônibus com militares fará, a partir de amanhã a testagem de cem mil pessoas em Rondônia. Nesse primeiro momento, eles irão para os municípios ao longo da BR 364, começando por Ariquemes indo até Vilhena. Em um segundo momento, em data a ser definida, o grupo irá para Guajará-Mirim. “Queremos cobrir os 52 municípios de Rondônia”, explicou.
 
Sobre a testagem em massa ele enfatizou que irá começar nessa primeira etapa, fazer em pessoas com sintomas da doença. Na segunda que acontece nas próximas semanas, vamos estender a testagem, mesmo para aqueles que não possuem sintomas. 
 
 
Outra informação é a de que, novos leitos para pacientes com Covid-19, serão entregues no João Paulo II e no Hospital do Amor.  “O primeiro passo é ativar uma UTI que está montada no João Paulo II. Amanhã, o Hospital do Amor nos entrega 12 leitos de UTI”, informou.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS