PISTOLA: Homem com tornozeleira rompida atira durante manifestação

Homem que dividia aluguel com o atirador reagiu e foi preso

PISTOLA:  Homem com tornozeleira rompida atira durante manifestação

Foto: Divulgação

 

Na noite de ontem, Guarnição Reforço da PM realizava policiamento preventivo/ostensivo pela avenida Major Amarante, no centro de Vilhena, onde várias pessoas se aglomeravam após o término do primeiro turno das eleições, quando recebeu a denúncia de que um homem havia disparado um tiro de pistola no local.
 
Sem se identificar por temer represália, o denunciante contou aos militares que o autor do tiro estava usando uma camiseta da Seleção Brasileira com a escrita VIVO na manga.
 
Com o apoio de outras equipes policiais, a guarnição localizou o suspeito e, ao revista-lo, encontrou em seu poder uma arma calibre 22 do tipo garrucha, além de munições e uma porção de cocaína que estavam em seu bolso. O acusado disse que havia passado para um amigo a pistola Ponto 40 usada para fazer o disparo e que a arma seria da “família”, termo usado para identificar uma facção criminosa.
 
Ao ser questionado sobre a tornozeleira eletrônica que havia rompido, o suspeito, contra quem havia um mandado de prisão em aberto, o suspeito levou os policiais até o apartamento em que dizia morar, no bairro São José. No local, nada foi encontrado, mas a avó do atirador explicou que ele não morava mais aos fundos de sua casa e deu o endereço atual dele.
 
Na residência indicada, os militares encontraram dois homens, drogas e objetos de origem suspeita, além de munições. Um dos homens, com quem o que havia dado o tiro em local público divida o aluguel reagiu à abordagem policial e acabou preso.
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS