BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ASSISTA: Luciano Huck promete moto a entregador humilhado por homem

O motoboy Matheus Pires, 19, sofreu ofensas racistas e foi humilhado enquanto realizava uma entrega

R7

07 de Agosto de 2020 às 15:30

Atualizada em : 08 de Agosto de 2020 às 08:59

Foto: Divulgação

Luciano Huck prometeu dar uma moto nova ao entregador Matheus Pires, jovem de 19 anos que aparece sofrendo ofensas racistas e sendo humilhado enquanto realizava uma entrega na cidade de Valinhos, interior do estado de São Paulo. As imagens viralizaram, nesta sexta-feira (7), e estão provocando revolta nas redes sociais. 
 
"Vergonha, tristeza e revolta. Foi o que senti quando recebi este vídeo. Nele está tudo contra o que lutamos. Matheus Pires foi corajoso e não baixou a cabeça para o preconceito. Temos de nos unir à luta de Matheus pra mudar o Brasil", escreveu o apresentador em publicação nas redes sociais. 
 
O vídeo inicia com um homem branco, que ainda não foi identificado, xingando o entregador: "seu lixo. Isso aí mesmo, pode meter racista, que também estou em cima de você".
 
Veja o momento em que o entregador é humilhador pelo homem de camisa azul:
 

O jovem entregador rebate, e diz que está perdendo tempo em que poderia estar trabalhando. "Aqui não vai acontecer nada, com esse funcionário também não vai acontecer nada" rebate o homem, vestindo uma camisa azul. Logo em seguida, o agressor começa a humilhar o jovem, dizendo que ele estaria desempregado em breve, por ser motoboy.

 
Assista a entrevista que o apresentador Luciano Huck fez após as cenas de humilhação viralizarem: 
 
 
A discussão segue, até que o homem diz: "você não tem nem onde morar, moleque. Você tem inveja. Você tem inveja da gente aqui, ó [indicando as casas do condomínio de luxo]. (...) Você tem inveja disso aqui também ó [apontando para o seu braço]".
 
O entregador rebate, dizendo que pode ter os mesmos bens materiais e pergunta se o homem trabalhou ou se herdou o dinheiro. "Eu já nasci [inaudível]. Meu nome está na Bíblia", responde o agressor, que diz também ter trabalhado muito tempo.
 
A cena gravada ocorreu enquanto as viaturas da polícia chegavam ao local, o entregador registrou boletim de ocorrências pela ofensa e pelo racismo. De acordo com informações da Record TV, a família do homem de camisa azul disse que ele tinha problemas mentais.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS