RITA QUEIROZ: Artista plástica lança livro em março contando suas experiências de vida

A obra é o relato de eventos vividos por ela desde a primeira exposição em 1978 no Selton Hotel em Porto Velho

RITA QUEIROZ: Artista plástica lança livro em março contando suas experiências de vida

Foto: Divulgação

Andando pelas Picadas – Arte e Vida da artista plástica Rita Queiroz. Este é o título do livro que será lançado, provavelmente em abril, pela artista plástica Rita Queiroz.

 

Ele faz parte do   projeto que atende ao edital nº   86/2020/Sejucel-Codec 1ª edição Marechal Rondon do edital de chamamento público para publicação   e difusão de expressões culturais da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel).

 

O projeto consiste na elaboração e publicação de um livro inédito impresso sobre a artista plástica rondoniense Rita Queiroz para distribuição gratuita em escolas públicas, universidades, bibliotecas, centros de cultura, fundações e associações de cunho cultural e museus do Estado de Rondônia.

 

A iniciativa do governo, baseada na lei Aldir Blanc, uma vez que o projeto tem como fonte principal de recursos o governo federal, tem como objetivo  fomentar a leitura e aproximar os leitores dos conhecimentos sobre a arte e a cultura rondoniense, promover a difusão de expressões culturas no âmbito das artes plásticas, democratizar o conhecimento por meio da distribuição gratuita dos livros publicados, atuar como ferramenta para ações educativas e novas iniciativas no campo de projetos sócio culturais  e estimular a preservação ambiental e identidade cultural por meio da arte, lendas e folclores populares.

 

De acordo com a artista, o livro tem potencial para gerar interesse em um amplo público incluindo  artistas,  gestores culturais, professores, jornalistas, ambientalistas, historiadores, pesquisadores, entre outros, mas o alvo principal  é população em idade escolar, em especial jovens.

 

De acordo com o edital da Sejucel, o projeto trata    da publicação de  um livro sobre a artista plástica rondoniense, pioneira no movimento cultural do Estado desde a década de 70, que se tornou uma personalidade de grande notoriedade, reconhecida e premiada pelos seus trabalhos que sempre revelam grande preocupação com a preservação e valorização da cultura regional.

 

 “Não é uma biografia, mas o relato de minhas experiências ao longo de mais de 40 anos de dedicação às artes”, declara Rita Queiroz. Segundo ela, que está trabalhando incansavelmente para atender o prazo da Sejucel,  o livro terá textos e ilustrações de suas obras. “Estou preocupada em fazer um trabalho bonito e agradável para que as pessoas tenham prazer em manusear”.

 

Andando pelas Picadas – Arte e Vida da artista plástica Rita Queiroz, certamente vai confirmar a importância que a artista tem  para o cenário cultural não só de Rondônia, mas para o país. E a publicação de um livro inédito sobre sua jornada como artista plástica, contribuíra para a preservação da memória e patrimônio cultural da  Amazônia.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS